PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após "virar celebridade", Ana Paula Oliveira aposta em carreira como comentarista em BH

A ex-bandeira Ana Paula Oliveira não se incomoda em ser "musa", mas tem outras metas - Edu Moraes/Record
A ex-bandeira Ana Paula Oliveira não se incomoda em ser 'musa', mas tem outras metas Imagem: Edu Moraes/Record

Bernardo Lacerda

Do UOL, em Belo Horizonte

20/03/2012 14h00

Estrela do Programa Alterosa no Ataque, exibido no início da noite, de segunda a sexta-feira, em Minas, pela TV Alterosa, afiliada ao SBT, a ex-assistente de arbitragem Ana Paula Oliveira não se considera uma celebridade, embora essa fama não a incomode. Mas ela garante que quer ser mais do que um rosto bonito na TV e encara sua participação nesse programa como oportunidade de fixar a imagem como comentarista.

  • Divulgação/Assessoria

    Ana Paula Oliveira (na foto com Adriane Galisteu), há algum tempo aparece em programas variados

“Não me considero musa, nem penso em ser celebridade. Eu venho procurando meu espaço e aproveitando o meu momento profissional. As oportunidades aparecem e a gente tem de aproveitar, mas quero agarrar com meu trabalho, meu profissionalismo”, disse Ana Paula Oliveira, que revela a intenção de valorizar sua imagem de jornalista, embora, sem deixar de lado a fama conquistada como assistente de arbitragem, que se tornou celebridade.

Desde que posou para a revista masculina Playboy, no começo de 2007, Ana Paula Oliveira convive com o “título” de celebridade e, principalmente, musa. No campo perdeu espaço, deixando de ‘bandeirar’ jogos, perdendo o escudo da Fifa, principalmente após sofrer uma lesão e ter problemas com a forma física. Dessa forma, ela deixou de trabalhar como assistente de arbitragem em jogos oficiais.

Além de ter sido capa da Playboy, Ana Paula ganhou espaço com a participação do programa A Fazenda 2, da Rede Record, em 2009. Apesar de ter sido eliminada ainda na primeira semana, a ex-bandeirinha viu o programa abrir portas na televisão.

“Foi uma oportunidade muito boa que tive de participar da A Fazenda e não me arrependo, tanto é que tentei voltar novamente. Foi experiência diferente, muito boa que eu tive. Com certeza abriu portas para outros trabalhos”, lembrou Ana Paula.

  • Divulgação/assessoria

    Ana Paula Oliveira: "Não sou famosa, as pessoas me assistem na televisão e acham que virei famosa, mas não sou. Sou uma jornalista que está aproveitando oportunidades na carreira"

Ela se referiu ao convite recebido e aceito para participar de uma espécie de seleção para integrar o elenco da edição 2011 do reality show A Fazenda. A ex-auxiliar de arbitragem disputou com Franciely Freduzeski e Monique Evans a chance de ser escolhida pelo público para retornar ao programa. Ana Paula não foi a escolhida e a vaga ficou com Monique Evans.

Em fevereiro deste ano, a ex-bandeirinha foi anunciada como principal reforço do programa Alterosa no Ataque, da Alterosa/SBT, em Belo Horizonte. Ao lado do ex-jogador do Atlético-MG e, hoje deputado Marques, Ana Paula Oliveira comenta sobre futebol, com ênfase nos grandes clubes mineiros.

“Tem sido uma grande oportunidade, estou contente de poder comentar sobre futebol. Ainda tem sido recente a participação no programa, mas estou gostando, é um bom espaço”, disse Ana Paula. Além disso, ela substitui esporadicamente o apresentador do programa, jornalista Jaeci Carvalho.

  • Eduardo Knapp/Folha Imagem

    "O período como bandeirinha foi muito bom na minha vida, estive em grandes jogos, mas passou rápido e por tudo o que aconteceu passou. Hoje estou apitando jogos festivos, é felicidade para mim também", Ana Paula Oliveira, ex-árbitra assistente

Ana Paula vem conciliando sua atividade no programa com outros compromissos profissionais. Por isso, a ex-assistente não participa todos os dias do Alterosa no Ataque. “Dou palestra, apito jogos amistosos, eventos beneficentes, participo de programas de televisão, tenho um blog sobre futebol, então, vou fazendo tudo ao mesmo tempo”, explicou.

“Fico nesta rotina de viagens durante a semana, hora estou aqui (Belo Horizonte), hora estou viajando, mas estou aproveitando as oportunidades que me aparecem. Ser comentarista é muito bom e venho tentando aproveitar esta chance para fixar a minha imagem”, acrescentou Ana Paula.

Exploração da imagem

Depois de participar do reality show, Ana Paula Oliveira ganhou espaço na televisão, após se formar em jornalismo pela PUC de São Paulo. Em 2009, tornou-se integrante do programa Esporte Fantástico, da Rede Record, integrando o time de comentaristas de futebol da emissora.

Na Record, ficaram mais comuns as aparições da ex-auxiliar em programas de entretenimento do canal, como o matinal Hoje em Dia, ao lado de famosos da televisão. “Foram todas oportunidades maravilhosas que tive, que me ajudaram muito. Estar na televisão é muito bom, até mesmo ser considerada famosa, ser reconhecida na rua é legal, tudo isso faz parte do trabalho”, afirmou.

Depois da Record, a ex-bandeirinha ganhou espaço em outras emissoras, participando de programas no SBT, em São Paulo. “Quando a gente começa a aparecer na televisão, as pessoas tendem a te considerar uma artista, uma celebridade, mas não é assim. Eu venho aproveitando as oportunidades que aparecem. Mas o que eu tento mostrar são as virtudes de trabalho, da profissão”, acrescentou.

A imagem de musa não serve apenas para a televisão. Fora da telinha, Ana Paula assume a função de estrela e participa de eventos ligados à moda, desfiles, além de apresentação de eventos para empresas e palestras sobre motivação pessoal e profissional.

Dentro das quatro linhas, Ana Paula não apita mais jogos profissionais de futebol, mas se tornou juíza de jogos de estrelas, ex-jogadores e de empresas. Sem deixar o apito de lado, a auxiliar comanda “peladas” de famosos e anônimos.

Ana Paula Oliveira começou a carreira de assistente de arbitragem em 1998. Em 2001 começou a trabalhar em jogos das primeiras divisões dos campeonatos Paulista e Brasileiro, além da Copa do Brasil, destacando-se em campo e virando ‘musa da arbitragem’. Após alguns erros em jogos importantes, a auxiliar foi afastada por um período, em 2007, quando aproveitou para posar para a Playboy, o que provocou polêmica.

“Foi uma oportunidade, foi um trabalho que fiz, foi muito bom. Porém, isso causou polêmica, as pessoas ligadas ao futebol não viram com bons olhos. Mas o que me prejudicou foi uma lesão que sofri logo após posar nua, o que me impossibilitou de treinar e a Fifa me obrigou a fazer um teste físico. Eu não consegui e acabei perdendo o escudo”, lembrou Ana Paula, que desde então não atuou mais em jogos oficiais.

Esporte