Topo

Esporte


Tirone revela telefonema de diretor do São Paulo na semana passada sobre Felipão

São Paulo negou no começo do mês ter procurado o técnico do Palmeiras - Fernando Pilatos/UOL
São Paulo negou no começo do mês ter procurado o técnico do Palmeiras Imagem: Fernando Pilatos/UOL

Do UOL Esporte

Em São Paulo

25/10/2011 12h09

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, declarou nesta terça-feira, em uma palestra sobre gestão de esporte, que o diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, telefonou ao dirigente perguntando se Luiz Felipe Scolari seria demitido do clube alviverde.

PERRONE: LEÃO NÃO GOSTA DE SINUCA NA CONCENTRAÇÃO E TV NO REFEITÓRIO

O suposto contato foi feito na semana passada, antes de o São Paulo acertar com Emerson Leão.

"Um time de São Paulo que não está construindo estádio me ligou na quinta-feira querendo saber se eu ia mandar o Felipe embora", comentou Tirone, conforme destacou à gazetaesportiva.net

"É o São Paulo", acrescentou o dirigente.

O presidente do Palmeiras ratificou a intenção de contar com Felipão até o término do contrato, que termina no fim de 2012. No começo de outubro, o São Paulo negou ter procurado o treinador do Palmeiras, alegando que muitas notícias estavam sendo plantadas com o intuito de desestabilizar o clube.

"Temos um compromisso muito forte com o Adilson. É uma ofensa qualquer cogitação a esse momento. Estamos fazendo boas campanhas no Brasileiro e na Sul-Americana. Não tem nenhum sentido esse tipo de conversa nesse momento. O São Paulo pretende manter o Adilson, temos contrato com ele”, disse na época o dirigente João Paulo de Jesus Lopes em entrevista à rádio Estadão/ESPN.

Kleber por Liedson?

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse de maneira bem humorada no seminário que estava disposto a contratar Kleber. Sorrindo, Tirone respondeu ao dirigente corintiano em tom de ironia de que aceitaria o negócio desde que Liedson fosse ao Palmeiras.

Mais Esporte