PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com De Gea inspirado, Manchester United vence Tottenham no Inglês

John Sibley/Reuters
Imagem: John Sibley/Reuters

Do UOL, em São Paulo

13/01/2019 16h23

No teste mais difícil da curta carreira de técnico de Ole Gunnar Solskjaer, o Manchester United contou com uma atuação de gala do goleiro De Gea para vencer o Tottenham, neste domingo (13), por 1 a 0. Jogando em Wembley, o goleiro espanhol fechou o gol e, com tento marcado por Rashford, viu os Red Devils vencerem.

Fora de casa, o United enfrentou um dos rivais mais fortes do Campeonato Inglês. Terceiro colocado, o Tottenham contou com o apoio de sua torcida, que lotou Wembley, para pressionar o United. No entanto, no duelo entre os técnicos Solskjaer e Pochettino, sobressaiu o time do United, que contou com uma das melhores atuações de De Gea em sua carreira.

Com o resultado, o Manchester United chegou aos 41 pontos e igualou o Arsenal em número de pontos. A equipe de Solskjaer segue na sexta colocação, mas já começa a sonhar com uma possível classificação às competições europeias - o quinto lugar garante vaga na Europa League. Na próxima rodada, os Red Devils enfrentam o Brighton, no sábado (19), às 13h (de Brasília). Já o Tottenham manteve os 48 pontos e a terceira posição.

O melhor: De Gea

Com defesas milagrosas, David De Gea foi o principal nome da partida. Com o Tottenham pressionando o United no segundo tempo, o goleiro espanhol salvou arremates de Harry Kane, Dele Alli e Eriksen.

O pior: Trippier

Conhecido por ser um bom apoiador no ataque, o lateral direito Trippier não esteve bem. Mesmo acertando alguns cruzamentos para seus companheiros, vacilou no meio de campo e, ao errar passe no fim do primeiro tempo, permitiu o rápido contra-ataque do United que resultou em gol.

Velocidade e tática de Solskjaer

O primeiro tempo do clássico inglês contou com duas equipes que apostaram em jogadas rápidas. Pelo lado do Tottenham, Son e Eriksen eram os responsáveis pela criação, e conseguiram armar boas jogadas, mas Davies e Dele Alli não aproveitaram. Já o United, com os velozes Martial, Rashford e Lingard incomodava a defesa do Tottenham. O goleiro francês Lloris, que se recuperou de lesão, ainda trabalhou no primeiro tempo, salvando chute rasteiro de Martial. 

Após dominar o meio de campo, Solskjaer permitiu com que Pogba se preocupasse mais com a armação jogo, e foi aí que o United cresceu. Perto do fim da partida, o meia francês descolou belo lançamento para Rashford, em rápido contra-ataque, abrir o placar.

Goleiros operam milagres

O segundo tempo do duelo foi marcado por defesas milagrosas dos goleiros David De Gea e Hugo Lloris. Mais exigido, De Gea salvou a pele do United. O espanhol mostrou repertório e pegou bolas no alto, rasteiras e à queima roupa. Em duelo particular, Dele Alli desperdiçou duas grandes chances cara a cara com o arqueiro. 

Em resposta, o francês Hugo Lloris também trabalhou muito na meta do Tottenham. O goleiro defendeu chute colocado de Pogba, salvando o que seria o segundo gol do United.

Pochettino e Solskjaer, técnicos de Tottenham e United - John Sibley/Reuters - John Sibley/Reuters
Imagem: John Sibley/Reuters

Quem comandará o United?

Segundo a imprensa britânica, o jogo deste domingo colocou nos bancos de reservas os dois principais nomes levantados pela diretoria do United para o cargo definitivo de técnico da equipe de Manchester. Apesar de ser o interino, Solskjaer ainda não agrada toda a comissão do United, que vê Pochettino com bons olhos. A vitória neste domingo, porém, pode mudar a opinião interna.

Mesmo não sendo unanimidade, Solskjaer segue tendo um belo início de carreira no United. Com a vitória sobre o Tottenham, o norueguês bateu recorde que pertencia ao lendário técnico Matt Busby e tornou-se o comandante com maior número de vitórias no início de trabalho: seis vitórias em seis jogos.

Sem brasileiros em campo

A partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Inglês não contou com nenhum brasileiro em campo. Pelo lado do Tottenham, Lucas Moura ainda se recupera de lesão no joelho e não foi relacionado. Já os Red Devils não contaram com o volante Fred e o meia Andreas Pereira, que ficaram no banco de reservas e não foram utilizados por Ole Solskjaer. 

Dele Alli, do Tottenham, e Lingard, do United - Eddie Keogh/Reuters - Eddie Keogh/Reuters
Imagem: Eddie Keogh/Reuters

Saída de Son pode abrir espaço para Lucas

A partida deste domingo marcou o último jogo de Heung-Min Son pelo Tottenham antes de partir para defender a seleção da Coreia do Sul na disputa da Copa da Ásia. O meia-atacante pode perder cinco jogos do Tottenham, sendo três da Premiere League. Com isso, o brasileiro Lucas Moura pode ganhar mais espaço no ataque, já que pode fazer a função de Son pelo lado esquerdo do setor. 

Esporte