PUBLICIDADE
Topo

Esporte

City vence Tottenham em 'gramado de NFL' e volta à liderança do Inglês

https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/ingles/jogos/
Imagem: https://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/ingles/jogos/

Do UOL, em São Paulo

29/10/2018 18h53

O Manchester City venceu o Tottenham por 1 a 0 e voltou à liderança do Campeonato Inglês nesta segunda-feira (29). O time londrino atuou como anfitrião em Wembley, mas não usou o fator casa a seu favor. As condições não ajudaram.

O estado do gramado chamou mais atenção que o futebol em si. Menos de 24 horas depois de receber o jogo entre Philadelphia Eagles e Jacksonville Jaguars, da NFL, o campo de Wembley tinha buracos, marcas de jardas, endzone e até o logotipo da liga de futebol americano dos EUA.

Pep Guardiola e seus comandados têm 26 pontos, assim como o segundo colocado Liverpool, mas o Manchester City leva vantagem pelo número de gols feitos nestas 10 primeiras rodadas da competição.

A vantagem nos gols pró poderia ser ainda mais ampla se o City tivesse aproveitado algumas oportunidades que teve contra o Tottenham. No entanto, só quem marcou foi Mahrez; o brasileiro Ederson ainda impediu um gol de Harry Kane. Os Spurs ocupam a quinta posição, com 21 pontos.

Quem foi bem: Mahrez

mahrez gol - Richard Heathcote/Getty Images - Richard Heathcote/Getty Images
Imagem: Richard Heathcote/Getty Images

Além de ter feito o gol da vitória em boa jogada de Sterling, o argelino também esteve perto de balançar a rede outra vez. Na metade do primeiro tempo, Mahrez recebeu passe de David Silva, pedalou e carimbou a trave de Lloris. Ele ainda construiu uma bela jogada aos 10 do segundo tempo, mas lamentou pelos colegas.

Mahrez acionou Bernardo Silva em velocidade pela direita e o viu cruzar para David Silva. Por algum motivo que terá dificuldade para explicar, o espanhol optou por não finalizar e recuou para Sterling, que tinha mais adversários à sua frente no caminho até o gol. Trabalho facilitado para a defesa do Tottenham, que se recuperou do choque. Guardiola deixou claro que não gostou do que viu.

Quem foi mal: Lucas Moura

lucas moura - Clive Rose/Getty Images - Clive Rose/Getty Images
Imagem: Clive Rose/Getty Images

Depois de marcar no empate por 2 a 2 com o PSV, pela Liga dos Campeões, Lucas não voltou a exibir o mesmo nível de atuação no Inglês. Suas jogadas mais destacáveis ocorreram no fim do primeiro tempo. Aos 44, ele arrancou pela esquerda, driblou dois marcadores e caiu abraçado à bola, pedindo falta.

O árbitro Kevin Friend o mandou levantar, apitou a falta contra o Tottenham e deu cartão amarelo para Lucas. A julgar pelo som que se ouviu em seguida, a torcida considerou o lance injusto. Pouco antes disso, aos 39, o brasileiro havia sofrido falta perigosa após boa roubada de bola de Trippier para cima de Mendy.

Em resumo, o que o camisa 27 mais fez em campo foi cair, derrubado ou não. Foi bem marcado pelo conterrâneo Ferrnandinho e, a 10 minutos do fim do jogo, saiu para a entrada de Eriksen.

Sterling faz touchdown

O estado do gramado de Wembley (leia mais abaixo) foi sugestivo para comparações com o futebol americano. A semelhança ficou ainda mais forte aos seis do primeiro tempo, quando Sterling roubou a bola de Trippier e foi até a linha de fundo cortando a marcação. Chegou perto do que seria um touchdown.

Mas as regras do futebol não incluem touchdowns, só gols. Por isso, Sterling cruzou rasteiro para trás e encontrou Mahrez, que tocou para o fundo da rede e comemorou, silenciando Wembley por alguns instantes.

Ederson barra Harry Kane

kane ederson - Catherine Ivill/Getty Images - Catherine Ivill/Getty Images
Imagem: Catherine Ivill/Getty Images

O dono da Chuteira de Ouro da Copa do Mundo não esteve com a chuteira tão dourada nesta segunda-feira. Mas o gol perdido por Harry Kane aos 33 do primeiro tempo foi mais mérito de Ederson, que fechou o ângulo e dividiu com um carrinho, do que demérito do atacante.

O lance obrigou a equipe médica do City a atender o goleiro, mas o choque não passou de um susto. O brasileiro esteve seguro durante toda a partida. Nas redes sociais, os torcedores ingleses elogiaram muito a capacidade de Ederson de repor a bola em jogo com os pés.

Não, este não foi um jogo da NFL

wembley nfl - Clive Rose/Getty Images - Clive Rose/Getty Images
Imagem: Clive Rose/Getty Images

O Manchester City derrotou o Tottenham, mas a vergonha alheia venceu Wembley. Menos de 24 horas depois de receber o jogo entre Philadelphia Eagles e Jacksonville Jaguars, da NFL, o gramado do estádio tinha buracos, marcas de jardas, endzone e até o logotipo da liga de futebol americano dos EUA.

O Tottenham esperava já ter seu novo estádio à disposição a esta altura da temporada, mas o atraso das obras obrigou o clube a seguir jogando em Wembley.

FICHA TÉCNICA
TOTTENHAM 0 X 1 MANCHESTER CITY

Data e hora: 29 de outubro de 2018, às 17h
Local: Estádio de Wembley, em Londres (Inglaterra)
Árbitro: Kevin Friend
Cartões amarelos: Lucas Moura (Tottenham); Laporte, Fernandinho (Manchester City)
Gol: Mahrez, aos seis minutos do primeiro tempo (Manchester City)

TOTTENHAM: Lloris; Trippier, Sánchez, Aiderweireld e Davies; Eric Dier (Winks), Dembélé (Dele Alli), Sissoko, Lamela e Lucas Moura (Eriksen); Harry Kane
Técnico: Mauricio Pochettino

MANCHESTER CITY: Ederson; Walker, John Stones, Laporte e Mendy; Bernardo Silva, Fernandinho, David Silva (Kompany) e Mahrez (Gabriel Jesus); Sterling e Aguero (De Bruyne)
Técnico: Pep Guardiola

Esporte