PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2019

Vasco vence Americano com menos um, faz a trinca e mantém 100% no Carioca

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/01/2019 21h29

O Vasco venceu o Americano por 1 a 0 neste domingo. A partida em São Januário, porém, foi mais difícil do que se esperava. Isso porque Andrey foi expulso no início do segundo tempo e viu a história do duelo mudar completamente. Marrony marcou o gol da vitória após passe de Pikachu.

Leia Mais:

Com o resultado, o Vasco chegou aos 9 pontos e manteve os 100% de aproveitamento na Taça Guanabara - são três vitórias em três jogos. O Cruzmaltino volta a campo na quarta-feira, quando encara a Portuguesa, no estádio de Moça Bonita, em Bangu.

Quem foi bem: Marrony e Pikachu

O Vasco contou com o bom desempenho de Marrony e Pikachu para manter os 100% de aproveitamento na Taça Guanabara. O atacante mostrou versatilidade e faro de gol. Já o meio-campista deu assistência perfeita para o companheiro.

Quem foi mal: Thiago Galhardo e Andrey

Dois dos destaques do time não tiveram boa atuação neste domingo. Thiago Galhardo errou praticamente tudo que tentou e esteve bem abaixo do que pode render. Andrey, por sua vez, foi expulso após levar dois amarelos em quatro minutos.

Cinco mudanças e Marrony no ataque

O técnico Alberto Valentim tem dado preferência aos jogadores que estão descansados neste início de temporada. Por conta disso, sete alterações foram feitas em relação ao time que venceu o Volta Redonda na quarta-feira. Um dos destaques neste início de ano, Marrony, então, foi deslocado para jogar de centroavante no lugar de Ribamar, poupado - Maxi López ainda não estreou. Com muita disposição o jovem iniciou partida com pé descalibrado.

Andrey quase faz golaço

Um dos destaques do time, Andrey quase fez um golaço utilizando-se das suas melhores características. Ele roubou a bola na intermediária e mandou um balaço de fora da área. A bola passou muito perto da trave esquerda de Luís Henrique, que só olhou.

Yan Sasse faz boa jogada, mas chuta para fora

Melhor no jogo, o Vasco pressionou o adversário em busca do gol, mas a falta de pontaria atrapalhou. As chances eram criadas, mas a finalização estaca descalibrada. Foi o que ocorreu com Yan Sasse. O apoiador driblou dois marcadores e na entrada da área chutou por cima.

Thiago Galhardo pega mal e isola

Um dos líderes do time, Thiago Galhardo marcou o gol da vitória ao marcar um gol com rara felicidade. A mesma categoria que sobrou para o apoiador na oportunidade, faltou neste domingo, em São Januário. Em lance parecido, o camisa 8 recebeu na entrada da área, mas usou a canhota e isolou.

Marrony abre o placar

O Vasco voltou ligadíssimo do intervalo e precisou de poucos minutos para abrir o placar. Aos 2min do segundo tempo, Pikachu fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Marrony. O jovem fez o correto: cabeceou para o chão e estufou as redes de Luís Henrique.

Andrey é expulso

Andrey fez duas faltas para cartão amarelo em menos de quatro minutos. Corretamente, o árbitro expulsou o volante e deixou o Vasco em situação delicada no jogo. Pikachu, que jogava de meia, foi recuado para ficar na marcação. 

Americano pressiona, mas Vasco se segura

Com um a mais em campo, o Americano partiu para cima do Vasco na reta final. A pressão, no entanto, não foi suficiente para superar a defesa e o goleiro Fernando Miguel, que fez boas defesas quando exigido.

VASCO 1 X 0 AMERICANO

Data e hora: 27/01/2019, domingo, às 19h (horário de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Auxiliares: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Rafael Gomes Rosa
Gols: Marrony, aos 2min do segundo tempo;
Cartões amarelo: Luís Henrique e Digão (AME) Andrey, Fernando Miguel (VAS)
Cartão vermelho: Andrey (VAS)

Vasco
Fernando Miguel; Cáceres, Luiz Gustavo, Ricardo e Henrique; Lucas Mineiro, Andrey, Thiago Galhardo e Pikachu; Yan Sasse (Moresche) e Marrony (Rodrigo Fernandes)
Técnico: Alberto Valentim

Americano
Luis Henrique; Léo Rosa, Admilton, Gabriel e Digão (Neto); Abuda, Vandinho, Junior Santos, Gustavo Tonoli (Paulo Vitor); Dedé (Di Maria) e Romário
Técnico: Josué Teixeira