PUBLICIDADE
Topo

Carioca - 2019

Quem vai sobrar no Fla? Bruno Henrique começa bem e vê Vitinho em xeque

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, no Rio de Janeiro

27/01/2019 04h00

O Flamengo investiu pesado para atual temporada e deixou uma boa dor de cabeça para o técnico Abel Braga. Por mais que o treinador deixe claro que dará rodagem ao elenco, em algum momento ele terá que definir o time titular. E a pergunta que não sai da cabeça do torcedor rubro-negro é a seguinte: qual das estrelas sobrará e ficará no banco de reservas?

Leia Mais:

Contra o Botafogo, Abel Braga teve um indicativo do que fazer. Vitinho iniciou como titular, mas foi vaiado e acabou substituído ainda no intervalo. Deu lugar a Bruno Henrique que precisou de apenas 25 minutos em campo para fazer dois gols, distribuir bons dribles e encantar a torcida com sua velocidade na vitória por 2 a 1.

Mais que isso. Bruno Henrique terminou o jogo ovacionado. Teve seu nome gritado em vários momentos em um curto período de tempo. Atuou pela ponta esquerda e não deixou duvidas para a torcida, que se empolgou com a mais nova contratação do Flamengo.

Não foi só a torcida que ficou encantada com Bruno Henrique. Abel Braga deixou claro que a característica do atacante fez do time justamente o que ele espera.

"Eu compactuo com a forma de jogar, mas quero um pouco mais de verticalidade. E isso aconteceu no momento que o Bruno Henrique entrou. Estamos no caminho, é um caminho duro, porque o tempo é escasso. Temos que preparar todos agora", disse Abel.

Vitinho, por outro lado, ficou em xeque. Evidentemente que existe a possibilidade dos dois jogarem juntos. O problema é que existem várias outras peças interessantes que podem jogar mais aberto. Arrascaeta, Gabigol e até mesmo Everton Ribeiro são opções entre as chamadas estrelas do elenco.

Mas o que mais incomoda é a difícil e instável relação da torcida com o jogador. Vaiado na estreia, Vitinho foi aplaudido contra o Resende. Diante do Botafogo voltou a viver o outro lado da moeda e recebeu novos apupos. A montanha russa de emoções cria uma instabilidade que pode prejudicar a sequência do atleta no time titular.

"Eu não pensei ainda sobre o meio de semana. Vocês já estão querendo saber de terça. Amanhã de manhã tem treino. Se vocês não me derem uma folga, matam o papai. Estou começando a pensar em misturar um pouco", finalizou o treinador do Flamengo.

Com a vitória, o Flamengo chega aos 7 pontos e se mantém na liderança do Grupo C do Campeonato Carioca. O Rubro-negro volta a campo na terça-feira, quando receberá o Boavista, no Maracanã.