PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Damião ganha moral no Inter, atrai sondagens e renovação está em xeque

Leandro Damião comemora gol marcado pelo Internacional sobre o América-MG - RICARDO BARCELLOS/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Leandro Damião comemora gol marcado pelo Internacional sobre o América-MG Imagem: RICARDO BARCELLOS/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

16/11/2018 04h00

Leandro Damião foi fundamental na vitória do Inter sobre o América-MG por 2 a 0 na quinta-feira (15). Fez um dos gols, deu passe para o outro, de Edenílson. E com a proximidade do fim do ano, a temporada pautada por lesões e gols gera dúvidas sobre a renovação.

Em agosto, a primeira investida para ampliar o vínculo, tornando-o em definitivo com o clube gaúcho, não foi positiva. Uma pedida alta gerou recuo e os contatos ainda não foram retomados.

Enquanto isso, clubes da Ásia e do Brasil buscaram informações sobre ele, segundo apurou o UOL Esporte.

Siga o UOL Esporte no

Nos bastidores, o Internacional está convicto da renovação. Não apenas pelo bom rendimento em campo de Damião, mas pela identificação dele com o clube, e a escassez de centroavantes no mercado.

"O Leandro Damião é um jogador que queremos que esteja conosco. Ele nos ajudou muito na Série B no ano passado, é briga muito, se esforça pela nossa equipe. Tenho certeza que a torcida gosta de ter um centroavante que disputa todas as jogadas como ele. Independente de estar 100% ou não, ainda se recuperando de qualquer problema", disse o vice de futebol Roberto Melo.

Damião tem vínculo com o Santos e está no Inter por empréstimo. Mas fica sem ligação a clube algum ao fim deste ano. Sob a ótica vermelha, seria mais barato ampliar o contrato dele do que ir atrás de outro jogador de qualidade semelhante para atuar, ao menos até Paolo Guerrero poder assumir definitivamente a posição. O peruano está afastado devido a punição por doping até abril de 2019.

Por outro lado, se os altos valores forem mantidos, o Inter poderá ponderar o tempo parado. Damião teve um problema grave nas costas que o alijou de participar de ao menos três meses da temporada 2018. Ele chegou a consultar especialistas e teve o ano marcado por idas e vindas ao departamento médico. Também passará pelos gabinetes a avaliação dos profissionais de fisioterapia, médicos e fisiologistas do clube antes de qualquer investida mais forte.

"Temos cuidado de não criar nenhum incômodo neste momento. Duas vitórias nos garantem no G-4, estamos vivos na briga pelo título, e não queremos criar uma desconcentração. Sempre que se vai sentar para discutir isso, dificilmente é numa reunião só. E neste momento não queremos isso. Mas sabemos o que queremos, o que vamos fazer, e o que precisamos", completou Melo.

Em campo Damião marcou sete gols nos últimos sete jogos em que esteve em campo.

"Ele está conseguindo jogar, indo com dor às vezes. Está sendo feliz nas oportunidades de gol, mérito à equipe, ao coletivo. Então, a equipe é que tem que receber estes aplausos, méritos, todos construíram as jogadas para ele fizesse os gols", sentenciou o técnico Odair Hellmann. 

Esporte