PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Renato diz que não tem pressa para renovar com Grêmio e valoriza empate

Do UOL, em Porto Alegre

15/11/2018 21h41

Renato Gaúcho admitiu que tem uma proposta para renovar o contrato com o Grêmio, mas ressaltou que não tem pressa para definir a situação. A declaração foi feita após o empate do Grêmio com o São Paulo em 1 a 1 nesta quinta-feira (15), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"A única verdade é que tenho uma proposta do Grêmio em mãos. Mas não tenho pressa de renovar meu contrato. Tenho pressa é de classificar o Grêmio para a próxima Libertadores", disse o técnico. 

Com empate contra o São Paulo, o Grêmio manteve o quarto lugar na classificação. Tem o mesmo número de pontos do time paulista, mas está na frente pelo número de vitórias e conseguiria hoje a última das quatro vagas para a fase de grupos. Hoje, o quinto e sexto lugares iriam para a fase eliminatória da competição.

"O Grêmio vai estar entre os seis primeiros, isso eu garanto, 100%. Mas nosso objetivo é estar entre os quatro", acrescentou o técnico.

Nem mesmo sobre reforços Renato quer tratar. Sem a certeza de permanência, ele condiciona qualquer passo a negociações de renovação. 

"É o trabalho do técnico que esteja no clube. Eu posso ficar, posso dar uma lista e não ficar. E quando vem um treinador não gostar de nenhum. Tem que frear para decidir. Se eu ficar, é que começo a conversar com a diretoria, o presidente, para pensar em reforços. Não adianta pensar e conversar sem saber do meu futuro", disse.

O treinador aproveitou para destacar que as informações divulgadas sobre supostos salários oferecidos a ele não procedem. "Como que alguém vai dar uma opinião sobre proposta e números se nem entreguei minha proposta? Vocês (jornalistas) já começam a colocar número em jornal, rádio, televisão, tudo é mentira. A única verdade é que tenho uma proposta em mãos. A pressa não é a renovação de contrato, é colocar o Grêmio na Libertadores. Ninguém é insubstituível. A gente passa, o clube fica. Minha cabeça está em colocar o Grêmio na Libertadores", repetiu. 

Sobre o jogo, Renato valorizou o ponto conquistado e lamentou que a vitória não tenha vindo. 

"Saímos na frente, fizemos um gol contra. É sempre muito difícil jogar contra o São Paulo aqui. Viemos para ganhar, não deu. Mas o empate está de bom tamanho. O Grêmio continua no G-4 do Brasileiro, e a gente sabe que o nosso grande adversário é o São Paulo à vaga, e segue atrás da gente. Faltam quatro rodadas, tudo pode acontecer. Vamos continuar correndo atrás do nosso objetivo que é a Libertadores", explicou o treinador.

O Grêmio volta a campo no próximo domingo para encarar a Chapecoense na Arena.

Esporte