PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Inter pede profissionalização da arbitragem e lembra outros erros

Siga o UOL Esporte no

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

30/09/2018 19h27

O Internacional foi beneficiado pela arbitragem neste domingo (30). Bateu o Vitória de virada por 2 a 1 graças a um pênalti irregular no fim do jogo. E depois da partida, o vice de futebol Roberto Melo e o técnico Odair Hellmann lembraram falhas e falaram sobre profissionalização e o uso do árbitro de vídeo.

"Se fala há muito tempo nisso, mas parece que não há vontade política das instituições que comandam o futebol. É a profissionalização dos árbitros. Isso ajudaria, o árbitro se dedicar apenas a isso. Não acabariam os erros, acontece porque é do ser humano. Mas diminuiriam os erros se os árbitros fossem melhor preparados. Nesta rodada aconteceu muito isso, mas até então não se vinha falando tanto em arbitragem. Os árbitros vinham fazendo um bom trabalho. Erros acontecem. No mesmo jogo tivemos um gol mal anulado, e agora vendo o pênalti, o juiz marcou a barreira para ficar dentro da área, mas o jogador adiantou, talvez o juiz tenha guardado a memória de onde colocou a barreira e marcou o pênalti", falou o vice de futebol vermelho.

No lance, Camilo cobrou uma falta lateral para área. A bola bateu no braço de um jos jogadores do Vitória que estava na barreira. Ele estava fora da área, mas o árbitro asinalou pênalti. Na cobrança, D'Alessandro fez 2 a 1.

"Temos que buscar soluções. Ele errou a favor e contra nós. O Camilo também não estava impedido no gol (de Nico López, anulado). Sofremos duas situações contra o Palmeiras, se fosse marcado seriam 50 pontos para eles e não 53, e nós com 56. A bola bate na mão do cara do América-MG não é pênalti, agora foi. Vamos ficar aqui só apontando os erros dos árbitros? Não, vamos buscar soluções. Mas teve alguns times que não votaram a favor do VAR (árbitro de vídeo), e agora reclamam. Mas só ficar reclamando é fácil. Vamos trabalhando para ajudar os caras. Se ele tivesse dado o gol e o impedimento, ok. Errou duas vezes... Errou. Ele não compensou nem nada... Errou. Nós perdemos muitos pontos por isso, mas vamos buscar soluções com quem comanda o futebol, que ajude neste processo. Talvez o VAR que melhore isso", disse.

O Colorado soma 53 pontos e é vice-líder do Brasileiro. Na próxima sexta-feira encara o Sport, em Recife.

"Contra o próprio Vitória fomos desclassificados da Copa do Brasil com um pênalti que não existiu. Mas eu acho que a profissionalização poderia diminuir isso. Acabar não iria, porque vimos até mesmo com o VAR um erro na Libertadores, e grave. Vão continuar acontecendo, só podem diminuir", completou Melo.

Esporte