PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sánchez descarta pedir dispensa do Uruguai para encarar o Corinthians

Sánchez dificilmente estará em campo no clássico contra o Corinthians - Ale Cabral/AGIF
Sánchez dificilmente estará em campo no clássico contra o Corinthians Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, em Santos (SP)

28/09/2018 17h54

O técnico Cuca deverá mesmo ter mesmo o desfalque de Carlos Sánchez no clássico contra o Corinthians, marcado para o dia 13 de outubro, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Em coletiva concedida nesta sexta-feira (28), no CT Rei Pelé, o jogador uruguaio comemorou mais uma convocação e disse que não abrirá mão de defender a seleção de seu país.

Um dos principais jogadores do Santos com o técnico Cuca, Carlos Sánchez aparece na pré-lista da seleção uruguaio para os amistosos contra Coreia do Sul e Japão, nos dias 12 e 16, respectivamente. Antes disso, porém, ele ajuda o time santista nos jogos contra o Atlético-PR, domingo (30), na Vila Belmiro, e contra o Vitória, dia 6 de outubro, no Barradão.

"Essas decisões podem causar muito conflito, mas sempre quero estar quando for convocado, é lindo jogar pela seleção, com jogadores de alto nível. Depende do que a seleção pensa sobre liberar ou não. Quero jogar e quero que tomemos uma solução boa para todos. A lista não está definida. Tomara que eu continue jogando bem aqui para ser convocado. A seleção é um prêmio, seria um privilégio ir", analisou o meio-campista.

Além de Sánchez, outros dois jogadores podem desfalcar o Santos no clássico contra o Corinthians: o atacante Rodrygo, convocado pela seleção sub-20 para os amistosos contra a seleção do Chile, e o meia-atacante Derlis González, que aparece na lista do técnico Juan Carlos Osório para um período de trabalho da seleção paraguaia entre 8 e 16 de outubro.

Esporte