PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atlético-MG e Botafogo empatam jogo em briga por vaga na Libertadores

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

29/10/2017 18h50

Atlético-MG e Botafogo têm o mesmo objetivo nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Ambos querem uma vaga na próxima Copa Libertadores. No confronto deste domingo, pela 31ª rodada, no Independência, o empate em 0 a 0 foi melhor para o time do Rio de Janeiro. Com o resultado o Botafogo segue na sexta colocação e com seis pontos a mais do que o Galo.

Já o Atlético desperdiçou mais uma oportunidade de se aproximar do G-7. Após os empates de Vasco e Atlético-PR, diante de Flamengo e Chapecoense, o time mineiro tinha a chance de subir duas posições e ficar apenas três pontos abaixo da zona de classificação para a próxima Libertadores. Oportunidade perdida, mais uma vez dentro de casa.

João Paulo lidera o Botafogo em Belo Horizonte

Vestindo a camisa 10, o meia João Paulo atuou um pouco mais recuado contra o Atlético e foi o líder do Botafogo dentro de campo. O jogador foi determinante para a boa marcação feita pela equipe carioca e ainda deu muita qualidade na saída de bola da defesa para o ataque. A tarde só não foi melhor para João Paulo por causa de um lance no primeiro tempo, em que precisou fazer uma falta para parar um contra-ataque e recebeu o cartão amarelo.

Em outra rotação, Valdívia foi bastante desarmado

Com apenas dois minutos de jogo o Botafogo conseguiu chegar duas vezes com certo perigo ao gol defendido por Victor. Mas duas ocasiões foram bolas recuperadas em cima de Valdívia. O meia do Atlético começou o jogo desligado, errando bastante. Com o tempo, os erros diminuíram, mas não pararam. Valdívia parecia estar numa rotação diferente dentro de campo, sempre mais lento do que os marcados. A atuação ruim durou somente 45 minutos e Cazares entrou no jogo após o intervalo.

Fred passa em branco e segue atrás de Zico

O Botafogo é o time que mais levou gols de Fred, mas em 2017 a equipe carioca conseguiu anular o centroavante. Presente em três dos quatro duelos entre Atlético e Botafogo na temporada, Fred não fez gols na sua principal vítima. Assim, o camisa 9 do Galo segue com 134 gols na história do Campeonato Brasileiro, um atrás de Zico, que tem 135 gols marcados e é o quarto maior artilheiro na história da competição.

Dobradinha Victor Luis e Gilson

Uma das forças do Atlético é o lado direito. Ao mesmo tempo o setor é o mais atacado do clube mineiro, já que o lateral Marcos Rocha apoia bastante. A estratégia de Jair Ventura para neutralizar o lado direito atleticano e tentar aproveitar os espaços no setor foi a escalação de Gilson. Lateral esquerdo de origem, o jogador atuou como meia, mas fazendo uma dobradinha com Victor Luis. Em alguns momentos Gilson voltava mais, com Victor Luis ficando mais no meio.

Primeiro tempo com apenas uma finalização no gol

Esporte