PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ainda dá? Palmeiras tem "final" com Grêmio por caça ao líder Corinthians

Alberto Valentim tem o primeiro grande teste: vencer e pressionar o Corinthians - CARLOS COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Alberto Valentim tem o primeiro grande teste: vencer e pressionar o Corinthians Imagem: CARLOS COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/10/2017 04h00

O discurso é cauteloso. É de jogo a jogo. Entretanto, no Palmeiras, a partida deste domingo contra o Grêmio, na Arena em Porto Alegre, é encarada como uma final. Fora o fato de encarar um rival direto na briga pela vice-liderança, a vitória no duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro surge como fundamental para o atual campeão nacional ainda pensar em defender o título nacional nesta temporada.

Grêmio e Palmeiras somam 50 pontos, nove a menos do que o líder Corinthians. Quem sair vencedor do duelo de domingo vai encostar e pressionar o time alvinegro, que entra em campo apenas na segunda-feira para encarar o Botafogo, fora de casa. Mesmo os mais experientes atletas palmeirenses enxergam o confronto no Sul como uma grande oportunidade.

"A próxima final é contra o Grêmio. Não tem que pensar no Corinthians, no Santos ou até mesmo no Grêmio. O mais importante é fazer o nosso papel jogo a jogo, e estamos contentes com o que está acontecendo no momento, um crescimento importante no momento em que o campeonato está se desenhando", disse Edu Dracena.

A pressão pelo resultado, mesmo fora de casa, cai sobre o time alviverde. O Grêmio, com o foco na semifinal da Libertadores - o primeiro jogo está marcado para quarta-feira, em Guayaquil, contra o Barcelona-EQU -, vai escalar um time majoritariamente de reservas: apenas Luan e possivelmente Michel atuarão na Arena. Nada, contudo, que mude os planos do time.

"O Grêmio vem forte. Independentemente de quem jogue, é um elenco forte, que sai jogador e entra outro, mantendo o nível de atuação. O Palmeiras tem de entrar focado, concentrado, por mais que seja um jogo decisivo como é, temos de ter tranquilidade, saber jogar o jogo, para que a gente consiga uma vitória para levantar nossa pontuação e colocação no campeonato", comentou.

O Palmeiras, em contrapartida, desembarca em Porto Alegre com o que sobrou do melhor. Miguel Borja deve ganhar nova chance no ataque na vaga do lesionado Willian - o artilheiro palmeirense machucou a coxa e vai ficar até três semanas afastado. Guerra, com lesão na clavícula, também está fora do jogo deste fim de semana.

Apesar da chance iminente de encostar de vez no arquirrival e líder, equipe alviverde se esquiva quando o assunto se direciona para a caça ao Corinthians no momento. O discurso, ao contrário do fim da Era Cuca, mudou. A cautela e o papo de "jogo a jogo" passam dos jogadores até os dirigentes.

Inclusive, pelo "foco" direcionado ao Grêmio, o Palmeiras evita falar sobre o futuro e os planos para 2018, especialmente sobre a continuidade do técnico-interino Alberto Valentim, que, neste domingo, encara também a primeira "final" para ser aprovado pela diretoria. Uma vitória no Sul contaria pontos para o ex-auxiliar - tanto na briga pelo título quanto na avaliação dos chefes para 2018.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO x PALMEIRAS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de outubro de 2017 (domingo)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Bruno Rodrigo, Rafael Thyere e Marcelo Oliveira; Jailson, Cristian (Michel), Everton, Luan e Arroyo; Jael.
Técnico: Renato Gaúcho.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Bruno Henrique, Tchê Tchê e Moisés; Keno, Miguel Borja e Dudu.
Técnico: Alberto Valentim (interino)

Esporte