PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com gol chorado de Jô, Corinthians bate Chape e abre 10 pontos de vantagem

Jô - TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Informações Limpar Copiar para o clipboard - TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Informações Limpar Copiar para o clipboard
Imagem: TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Informações Limpar Copiar para o clipboard

Do UOL, em São Paulo

23/08/2017 21h22

O Corinthians voltou a vencer no Brasileirão depois da derrota para o Vitória. O time de Fábio Carille se recuperou ao fazer 1 a 0 na Chapecoense na noite desta quarta-feira, em Santa Catarina. O triunfo corintiano fez o time abrir dez pontos de vantagem sobre o Grêmio. Jô marcou o gol alvinegro na reta final do confronto.

O jogo em Chapecó não teve tantas emoções no primeiro tempo, marcada por um gol anulado do Corinthians, feito por Rodriguinho após um toque de mão. O duelo esquentou na etapa final com chances claras para as duas equipes. Aos 45 minutos do segundo tempo, Jô marcou o gol corintiano e, de quebra, assumiu a artilharia do Brasileirão.

Com mais um triunfo fora de casa, o Corinthians chegou aos 50 pontos no Campeonato Brasileiro, contra 40 do Grêmio. A Chapecoense, por sua vez, parou nos 25 pontos, dois a mais que Vasco e São Paulo, o primeiro time da zona de rebaixamento.

O Corinthians volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Atlético-GO, em Itaquera, às 19h (de Brasília), em jogo válido pela 22ª rodada do Brasileirão. Já a Chapecoense mede forças com o Avaí. O clássico será disputado no domingo, às 19h.

Os melhores: Fagner e Jô

Corinthians - RENATO PADILHA/MAFALDA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - RENATO PADILHA/MAFALDA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: RENATO PADILHA/MAFALDA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O lateral corintiano destacou-se em uma noite com poucos destaques individuais. Fagner manteve o bom desempenho no time, com solidez na defesa e muita presença no ataque - por isso, o lado direito tornou-se um ponto forte do Corinthians no jogo. Jô, por sua vez, decidiu o jogo única conclusão que fez na partida.

O pior: Rodriguinho

O meio-campista, assim como na partida contra o Vitória, não conseguiu dar ritmo ao time do Corinthians. Centralizado na linha de três do esquema 4-2-3-1, Rodriguinho errou muitos passes e ainda mostrou pouca efetividade na chega à área.

Corinthians fica com a bola e tem dificuldades

O líder do campeonato teve de enfrentar novamente um time bem postado no campo de defesa. Com maior posse de bola, o Corinthians voltou a ter dificuldades em criar oportunidades claras de gol. Nos primeiros 30 minutos, a equipe alvinegra finalizou apenas uma vez, com Romero, em chute fraco de fora da área.

Rodriguinho marca, mas árbitro anula

Aos 31 minutos, o Corinthians conseguiu ir às redes após a primeira jogada de pé e pé. Jô foi lançado na área, foi à linha de fundo e cruzou para trás. Rodriguinho ganhou do zagueiro e empurrou a bola para o gol. O árbitro, porém, anulou o lance ao apontar toque de mão do meio-campista corintiano.

Chape quase abre o placar


Sete minutos depois de o Corinthians ter o gol anulado, a Chapecoense conseguiu assustar o visitante, na sua melhor chance até então. Depois de um cruzamento de Wellington Paulista pela direita, Túlio de Melo ganhou por cima de Leo santos e desviou a bola, que passou rente à trave direita da meta de Cássio.

Chape se abre, e Corinthians pressiona


Na etapa final, o Corinthians encontrou mais espaços no campo de ataque e até esboçou uma pressão nos primeiros minutos. Na melhor chance, aos oito, Fagner subiu ao ataque e cruzou para Rodriguinho, que concluiu para fora, bem perto da trave do gol de Jandrei.

Leo Santos salva em cima da linha

Com mais jogadas de perigo, o Corinthians quase sofreu um gol aos 36 minutos do segundo tempo. No lance, Pedro Henrique não conseguiu afastar o perigo da área e viu Túlio de Melo finalizar. A bola passou por baixo de Cássio e acabou tocada pelo zagueiro corintiano na linha do gol.

Jô aproveita chance e dá vitória ao Corinthians

Aos 45 minutos do segundo tempo, o atacante corintiano aproveitou um passe de Clayson, que deu a assistência ao ficar cara a cara com Jandrei. Jô, mesmo desequilibrado, conseguiu finalizar. A bola passou entre os dois zagueiros da Chapecoense e morreu mansamente no fundo do gol. Agora, o camisa 7 soma 12 gols no Brasileirão e divide a artilharia com Henrique Dourado.

Desfalques corintianos

Fábio Carille precisou escalar quatro reservas para a partida desta quarta-feira. O treinador perdeu Arana, por lesão muscular, e escalou Moisés. Pablo, que se recupera de um problema físico, acabou substituído por Pedro Henrique, enquanto Balbuena, suspenso, deu lugar a Leo Santos - o defensor paraguaio também tem uma lesão na coxa. Por fim, Jadson foi poupado depois de retornar ao time contra o Vitória. Marquinhos Gabriel, que superou Clayson, iniciou o duelo como titular - na etapa final, o ex-jogador da Ponte entrou na partida.

Jô e Romero desfalcam o Corinthians no sábado

O atacante corintiano não poderá enfrentar o Atlético-GO daqui a três dias, na Arena Corinthians. O camisa 7 levou o terceiro cartão amarelo ao reclamar da anulação do gol marcado por Rodriguinho. Já o atacante paraguaio foi advertido na reta final de jogo, após uma falta. Mais quatro atletas estão pendurados no Brasileirão: Cássio, Gabriel, Jadson e Pablo.

Primeiro jogo após derrota

Dono de uma campanha histórica, o Corinthians voltou a campo quatro dias depois se perder o primeiro jogo no Brasileirão, justamente na sua estreia no returno. Antes, em 19 partidas, o time de Fábio Carille conquistou 47 pontos em 57 possíveis, com 14 vitórias e cinco empates.

Mais um jogo e nova pausa

O Corinthians ficou 13 dias sem entrar em campo antes de ser derrotado pelo Vitória no último sábado. Agora, depois de enfrentar a Chapecoense em jogo adiado, a equipe alvinegra receberá o Atlético-GO em Itaquera. Em seguida, nova pausa até o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, dia 10 de setembro - dessa vez, porém, todos os times do campeonato terão folga de duas semanas.

Alan Ruschel volta à Chape

O lateral esquerdo voltou a ser relacionado para uma partida oficial quase nove meses depois da queda do avião da Chapecoense, que deixou 71 mortos em Medellín, na Colômbia. Ruschel já voltou aos gramados nos torneios amistoso disputado pelo time catarinense na Europa.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 0 x 1 CORINTHIANS

Data: 23 de agosto de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (20ª rodada)
Público: 15.831
Renda: R$ 625.655,00
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos do PR)
Cartões amarelos: Reinaldo (Chapecoense); Jô, Moisés, Clayson e Romero (Corinthians).

Gol: Jô, aos 45 minutos do segundo tempo

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi (Diego Renan), Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Lucas Marques, Lucas Mineiro e Luiz Antonio (Nenén); Penilla (Júlio César), Túlio de Melo e Wellington Paulista. Técnico: Vinícius Eutrópio

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Leo Santos, Pedro Henrique e Moisés; Gabriel (Camacho) e Maycon; Marquinhos Gabriel (Clayson), Rodriguinho (Paulo Roberto) e Romero; Jô. Técnico: Fábio Carille

Esporte