PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Flu enfrenta Atlético-GO no Maracanã por abraço e solidariedade a Abel

Leo Burlá e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

31/07/2017 12h20

O Fluminense levou o jogo contra o Atlético-GO, sábado (5), às 19h (de Brasília), para o Maracanã. Apontada inicialmente para o estádio Giulite Coutinho, de menor porte e localizado na região metropolitana do Rio de Janeiro, a partida marcará o reencontro do técnico Abel Braga com a torcida tricolor após dias de choque e luto.

A ideia da diretoria é que a torcida “abrace” o treinador em um estádio maior e lotado após a tragédia do último final de semana – Abel perdeu o filho mais novo, João Pedro, após acidente na sua casa, no Leblon. O jovem de 19 anos caiu de uma altura de seis andares e faleceu.

Inicialmente, o jogo com o Atlético-GO estava previsto para o dia 7, segunda-feira. No entanto, como a partida contra a Ponte Preta – adiada em função da tragédia com João Pedro – passou para o dia 9 (quarta), o duelo com os goianienses foi antecipado.

Assessor da presidência do Fluminense, Marcelo Penha esteve na sede da CBF na manhã desta segunda-feira com a solicitação. A Confederação topou a mudança do estádio e marcou o jogo para sábado.

Questionado sobre possíveis mudanças, o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, se mostrou receptivo com questões de prazos e burocracias antes mesmo do martelo batido. "É um caso completamente atípico. Vamos avaliar tudo, mas não estamos aqui para atrapalhar nada", comentou.

Esporte