PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jogo sem sofrer gol anima Marcelo Oliveira no Atlético-MG: "muito feliz"

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

20/06/2016 06h00

A defesa do Atlético-MG voltou a passar um jogo sem sofrer gols na manhã deste domingo (19). Na goleada por 3 a 0 sobre a Ponte Preta, o oitavo compromisso sob a batuta de Marcelo Oliveira, o Galo quebrou uma marca que vinha incomodando. Foi a primeira vez, após um mês (ou oito partidas), que o time mineiro não teve a sua rede balançada por um adversário.

A última vez que não sofreu um gol foi durante a passagem de Diego Aguirre pela Cidade do Galo. Com o treinador uruguaio no banco de reservas, o time venceu o Santos, em 15 de maio de 2016, pela primeira rodada do Brasileirão, por 1 a 0.

O gringo ainda comandou a equipe em mais um compromisso – o duelo contra o São Paulo, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América –, mas os seus atletas não foram capazes de impedir que o adversário estufasse a rede.

Desde o último embate sob a batuta de Diego Aguirre, o Atlético disputou oito partidas (incluindo o triunfo sobre a Ponte Preta) e teve a sua rede balançada em 15 oportunidades, o que equivale a 1,875 gol sofrido por partida.

Ao término do jogo contra a Ponte Preta, Marcelo Oliveira fez a sua análise sobre a melhora defensiva do Atlético:

“Esse (sistema defensivo) era um aspecto que precisávamos melhorar e melhoramos, tanto que não tomamos gols, e foram poucos sustos. Soubemos marcar bem, foi um jogo mais equilibrado, mais regular, mais constante e, por isso, chegamos à vitória. Os números foram todos favoráveis”, afirmou.

“Estou muito feliz com essa primeira vitória nessa nova fase, novo comando. Sempre acreditamos, e o torcedor teve papel importantíssimo, fundamental. A gente vinha de resultados ruins e vieram 16 mil pessoas, em um domingo de manhã. É o que a torcida do Atlético sempre fez, mas quero que saibam que nos ajudaram muito”, acrescentou.

Esporte