PUBLICIDADE
Topo

Esporte

STJD estuda punir Fla por briga. E pode sobrar até para o Corinthians

Torcedores do Flamengo brigam nas arquibancadas do Pacaembu durante o jogo contra o Corinthians - LEANDRO MARTINS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Torcedores do Flamengo brigam nas arquibancadas do Pacaembu durante o jogo contra o Corinthians Imagem: LEANDRO MARTINS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

28/04/2014 16h14

Uma briga entre membros de duas torcidas organizadas do Flamengo pode acarretar punição severa aos cariocas na sequência do Campeonato Brasileiro. A violência aconteceu durante a derrota para o Corinthians por 2 a 0, no último domingo, no Pacaembu. O confronto no setor destinado aos visitantes também pode prejudicar o Corinthians.

As imagens serão analisadas pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) no decorrer da semana. Após a investigação, a procuradoria vai oferecer denúncia em cima do artigo 213 (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto) do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva).

A pena varia em multa de R$ 100 a R$ 100 mil e também pode acarretar perda do mando de campo entre uma e dez partidas. Apesar de a violência ter a participação dos flamenguistas, o Corinthians está ameaçado por ser o mandante do jogo.

“Qualquer desordem ou tumulto são analisados pelo STJD. Vamos estudar as imagens de forma severa. Em tese, o Flamengo responde mesmo sendo o visitante. Já o Corinthians também pode ser punido por não ter garantido a segurança do espetáculo”, explicou o procurador geral do STJD, Paulo Schimitt, ao UOL Esporte.

As organizadas do Flamengo que entraram em confronto no Pacaembu possuem longo histórico de rivalidade por conta de alianças distintas com outras torcidas e rixa pelo “poder” entre os rubro-negros.

Esporte