PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Verstappen rebate Hamilton: 'Na Mercedes também seria mais rápido que ele'

Vertappen e Hamilton brigam pela liderança do Mundial - LLUIS GENE/AFP
Vertappen e Hamilton brigam pela liderança do Mundial Imagem: LLUIS GENE/AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/06/2021 16h05

O Grande Prêmio do Azerbajão ainda dá o que falar, pelo final da corrida eletrizante, que rendeu um pódio diferente e animador para os fãs de Fórmula 1, com nomes diferentes entre os primeiros colocados. Com um desempenho aquém do carro da Mercedes, Hamilton destacou a desvantagem em relação à RBR, mas Verstappen não comprou a desculpa.

Após falar da falta de ritmo da Merceder em Baku, o britânico reforçou que o carro da Red Bull era o mais rápido na pista do Azerbaijão. Porém, Max Verstappen não atribui sua liderança em grande parte da prova somente a isso e rebateu o rival.

"Eu também diria que se eu fosse ele. Acho que se eu estivesse no carro dele, ainda seria dois décimos mais rápido do que ele. Não me importa o que ele diga", disse o holandês.

O líder do campeonato também analisou que, nos próximos circuitos, a Mercedes vai melhorar de rendimento, justamente pela vantagem da RBR se dar em circuitos urbanos, como Mônaco e Baku.

"Parece que temos uma vantagem sobre a Mercedes nos circuitos urbanos. É exatamente por isso que gostaria de ter somado mais pontos. Claro que é importante que Hamilton não tenha marcado, mas é claro que eu teria preferido a vitória. Tenho certeza que em circuitos 'normais' será muito mais difícil fazer uma corrida como esta. Nosso carro estava muito bom, mas honestamente espero uma Mercedes muito forte em circuitos normais"

Em Baku, Verstappen viu a vitória escapar a 4 voltas do fim, com um problema no pneu que lhe tirou da prova e deu a oportunidade dos outros pilotos relargarem. Em segundo lugar, Hamilton fez uma ótima relargada, mas errou na primeira curva e ficou para trás, também sem pontuar e embananando a classificação. Os dois seguem brigando pela liderança do ranking, com apenas quatro pontos de diferença. A próxima corrida será na França, no dia 20 de junho.

Errata: o texto foi atualizado
A próxima corrida da Fórmula 1 será no dia 20 de junho, na França, e não no Canadá (13 de junho). O texto foi alterado.

Fórmula 1