PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Bottas e Russell colidem e provocam paralisação do GP da Emilia Romagna

GP de Imola foi suspenso para limpeza da pista após acidente entre Bottas e Russell - Reprodução/Twitter @Formula1
GP de Imola foi suspenso para limpeza da pista após acidente entre Bottas e Russell Imagem: Reprodução/Twitter @Formula1

Do UOL, em São Paulo

18/04/2021 11h14

Um acidente entre Valtteri Bottas, da Mercedes, e George Russell, da Williams, paralisou o GP da Emilia Romagna, hoje (18), no circuito de Ímola. A corrida foi suspensa na 33ª volta, quando o finlandês e o britânico se tocaram e pararam no muro. Como a pista ficou suja com os destroços dos carros, a direção optou por lançar a bandeira vermelha.

Na disputa por posições em uma reta na direção da curva 2, Bottas estava à frente. Russell tentou a ultrapassagem pela direita, mas perdeu o controle de seu carro. Ele bateu na lateral direita da Mercedes, e ambos os pilotos saíram da pista em alta velocidade, despedindo-se da corrida.

Após o acidente, Russell deixou seu carro com semblante de indignação e se dirigiu a Bottas para reclamar e lhe deu até um tapa no carro. O finlandês rebateu e mostrou o dedo ao adversário. Em entrevista à TV Bandeirantes, Bottas afirmou que não conseguiu escutar o que Russell lhe disse.

Após a prova, Bottas colocou a culpa pelo acidente em Russell. "Eu o vi na reta e, então, percebi que ele se deslocou para a direita. Pelo replay eu vi que deixei espaço para dois carros, mas ele claramente perdeu o controle e bateu em mim. Fim do jogo."

Bottas afirmou que também não entendeu a reação contundente de Russell após o acidente. "Eu não sei sobre o que ele falava porque foi claramente um erro dele."

Pelo Twitter, Russell também se defendeu e acredita não ter culpa pelo acidente. "Estou bem, apenas decepcionado. No fim do dia, foi um infeliz incidente. Você tem o direito de defender sua posição. Mas a 330 quilômetros por hora, você deve respeitar a velocidade e as condições ao fazê-lo.

Pouco antes da paralisação por causa do acidente, Lewis Hamilton, que estava em segundo lugar, perdeu o controle de sua Mercedes e saiu da pista. No entanto, pilotou de ré para voltar à pista e seguiu até os boxes para consertar o carro. A prova ficou suspensa por dez minutos e foi retomada com o inglês na nona colocação. A liderança pertencia ao holandes Max Verstappen, da Red Bull.

Nas voltas restantes, Hamilton fez uma corrida de recuperação e terminou em segundo lugar, cravando também a melhor volta. A vitória foi de Verstappen. O pódio foi completado por Lando Norris, da McLaren.

Fórmula 1