Topo

Fórmula 1


Fórmula 1

Max Verstappen conquista a pole position para o Grande Prêmio do Brasil

Carl de Souza/AFP
Imagem: Carl de Souza/AFP

Do UOL, em São Paulo

16/11/2019 16h07

Max Verstappen conquistou hoje a pole position para o Grande Prêmio do Brasil. No treino de classificação no Autódromo de Interlagos, o holandês da Red Bull marcou 1min07s508 no Q3 e conquistou a primeira posição do grid de largada. Sebastian Vettel, da Ferrari, larga em segundo.

Lewis Hamilton, da Mercedes, ficou com o terceiro tempo. Charles Leclerc, também da Ferrari, foi o quarto, mas terá uma punição devido a uma troca de motores e perderá dez posições no grid. Assim, a segunda fila terá Valtteri Bottas, também da Mercedes, ao lado de Hamilton.

A pole position foi apenas a segunda da carreira de Verstappen na Fórmula 1. Antes, o holandês havia sido o primeiro colocado no grid para o GP da Hungria de 2019. Na prova em questão, ele ainda registrou a volta mais rápida, mas foi o segundo colocado - Hamilton venceu.

O treino de classificação ainda contou com um bom desempenho dos carros da Haas. A equipe norte-americana colocou seus dois carros no Q3, com Romain Grosjean em oitavo e Kevin Magnussen em décimo.

A corrida acontece amanhã, com largada às 14h10 (horário de Brasília)

Q1

As Williams abriram a primeira parte do treino de classificação, fazendo mais reconhecimento de pista do que voltas lançadas. Primeiro a marcar tempo, o britânico George Russell fez 1min10s688.

A marca rapidamente foi batida pelas Toro Rosso - Pierre Gasly encabeçou a sessão por pouco tempo ao fazer 1min09s288, exatamente 1s4 à frente do britânico da Williams.

Pela Red Bull, Max Verstappen marcou 1min08s242 e logo passou a ditar o ritmo dos primeiros colocados. A marca do holandês acabou se confirmando como a mais rápida da primeira parte da qualificação. Charles Leclerc e Alexander Albon ficaram logo atrás, completando as três primeiras posições.

Já com o cronômetro zerado, Nico Hulkenberg (Renault), Sergio Perez (Racing Point) e Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) reagiram e conseguiram voltas a tempo de deixar a knockout zone. Pior para quem ficou para trás e foi eliminado: Daniil Kvyat, Lance Stroll, George Russell, Robert Kubica e Carlos Sainz - o espanhol da McLaren não conseguiu registrar volta.

Q2

O primeiro a registrar tempo no Q2 foi Lewis Hamilton, que marcou logo o melhor tempo do fim de semana até então: 1min08s088. Mas Max Verstappen reagiu e fez 1min07s503, o primeiro a andar abaixo de 1min08s. E se manteve em primeiro até o fim, com Leclerc em segundo.

No fim da cronometragem, Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) rodou e provou uma paralisação das atividades. No fim, o italiano não conseguiu melhorar seu tempo e ficou com o 13º lugar, eliminado no Q2.

Também foram eliminados Lando Norris, 11ª com a McLaren; Daniel Ricciardo, 12º com a Renault; Nico Hulkenberg, 14º com a Renault; e Sergio Perez, 15º com a Racing Point.

Q3

Nos 10 minutos finais do treino de classificação, Kimi Raikkonen foi o primeiro a marcar tempo, com 1min09s659. Mas a "pole" do finlandês durou pouco. A pouco mais de 6 minutos para o fim da sessão, Max Verstappen marcou 1min07s623, deixando já para trás seus principais concorrentes - Sebastian Vettel, Charles Leclerc, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, pela ordem.

No minuto final, o holandês da Red Bull tentou melhorar a marca, e conseguiu: 1min07s508. Leclerc tentou bater a marca, mas não conseguiu. Hamilton também, sem sucesso. Melhor para Vettel, que manteve a segunda colocação.

Confira as posições finais do treino de classificação do GP do Brasil:

@F1/Twitter
Imagem: @F1/Twitter

Fórmula 1