Topo

Fórmula 1


Fórmula 1

Alonso diz que mudanças na Fórmula 1 em 2021 podem convencê-lo a voltar

Fernando Alonso tem 38 anos - Brian Spurlock-USA TODAY Sports
Fernando Alonso tem 38 anos Imagem: Brian Spurlock-USA TODAY Sports

Do UOL, em São Paulo

06/09/2019 18h06

De volta ao padock da Fórmula 1 para o Grande Prêmio de Monza deste fim de semana, desta vez como embaixador da McLaren, Fernando Alonso falou pela primeira vez sobre um possível retorno à categoria. Para o espanhol, as mudanças no regulamento técnico previstas para a temporada de 2021 seriam uma "boa oportunidade" para voltar a correr na elite do automobilismo.

"Acho que as razões pelas quais eu deixei a F1 no ano passado ainda estão presentes na categoria, com o domínio de um time e corridas um pouco previsíveis, mas em 2021 essas coisas podem mudar e talvez seja uma boa oportunidade", opinou o bicampeão mundial em entrevista ao canal Sky Sports.

"Acho que o novo regulamento é feito para isso, para nivelar o pelotão e ter mais opções Acho que pode ser uma boa mistura e que podemos encontrar uma Fórmula 1 diferente da que vemos agora", completou.

Apesar de admitir o possível retorno, Alonso entende que ainda precisa finalizar outros desafios, os quais passou a se dedicar depois que deixou a F1. Desde então, o espanhol participou de provas de Endurance (corridas de longa duração), além das 500 Milhas de Indianápolis e ainda sonha com a Tríplice Coroa do automobilismo mundial. Atualmente, ele tem trabalhado com a Toyota para correr o Rali Dakar.

Alonso ainda aproveitou para criticar o inchaço do calendário, que a partir do ano que vem contará com 22 provas. "A única coisa ruim é o calendário com 22 corridas. Não há pausas, é muito desgastante. Vamos ver como será. Estou ficando velho", brincou.

Por fim, perguntado se ele ainda conversa com as equipes da Fórmula 1, o espanhol respondeu sorrindo: "Sempre". Mas não quis se estender no assunto.

O GP da Itália de F1 está marcado para este domingo (8), às 10h10 (horário de Brasília). Lewis Hamilton lidera o campeonato com 268 pontos, seguido de seu companheiro Valtteri Bottas, com 203 e Max Verstappen, com 181.

Mais Fórmula 1