PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Mundial dos pranchões: com show de Chloé, Brasil começa forte na Austrália

Chloé Calmon teve o melhor desempenho do 1º dia em Manly Beach - WSL
Chloé Calmon teve o melhor desempenho do 1º dia em Manly Beach Imagem: WSL
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

16/05/2022 10h50

Com 4 brasileiros no mar, começou o circuito mundial de Longboard da World Surf League.

A 1ª das 3 etapas que vão contar pontos no ranking, rola em Sydney, na Austrália, com janela aberta até o dia 24.

O grande nome da segunda-feira foi a carioca Chloé Calmon, que marcou o maior somatório do dia, juntando as competições feminina e masculina.

Com ritmo forte desde o início da bateria diante das locais Tully White e Kirra Molnar.

Marcou 9,23 e 8,40, e com o total 17,63 não foi pressionada em nenhum momento.

Em excelente fase física e técnica, Chloé chegou na Austrália embalada.

No mês passado, ela venceu um evento tradicionalíssimo, que reuniu mais de 200 surfistas no México.

chloe - WSL - WSL
Chloé Calmon, durante a competição desta segunda-feira na Austrália
Imagem: WSL

"Estou muito feliz de estar de volta à Austrália depois de 2 anos, me divertindo muito em Manly. Encontro muitas semelhanças com os beach breaks que surfo em casa no Rio. É ótimo estar aqui com meu treinador e local Matt Chojnacki. Aprendi muito sobre a cultura do surfe aqui nas praias do norte. As condições esta manhã foram ótimas para longboard e espero que continue assim até o final".

Classificada para as oitavas de final, Chloé vai enfrentar mais uma vez a australiana Kirra Molnar, que sobreviveu no evento após passar pela repescagem.

Jef - WSL - WSL
Jefson Silva está nas oitavas da etapa de Sydney
Imagem: WSL

Na chave masculina, os 3 brasileiros inscritos na competição também garantiram presença nas oitavas de final.

O primeiro foi Jefson Silva, que terminou sua bateria em segundo lugar, na batalha vencido pelo havaiano Kai Sallas.

Augusto Olinto e Phil Rajzman precisaram vestir a lycra duas vezes para seguir na etapa.

Em uma disputa apertada, Olinto estreou ficando em 3º no duelo contra o Ben Skinner e o australiano Jack Entwistle.

Mesma situação do bicampeão mundial Rajzman, que não encontrou as melhores ondas e terminou atrás do americano Tony Silvagni e do peruano Lucas Garrido Lecca.

olinto - WSL - WSL
Augusto Olinto segue na competição nas ondas de Manly Beach
Imagem: WSL

A resposta da dupla veio em seguida, na fase eliminatória.

Juntos na mesma bateria, Olinto e Phil marcaram a dobradinha verde e amarela.

Augusto venceu somando 12,33. Rajzman veio a seguir com 11,83.

E o local Ben Considine se despediu do torneio.

"Tamo na briga, galera. Amanhã tem round 4 pela frente", escreveu Olinto no IG.

Nas oitavas de final, ele vai enfrentar o havaiano Kaniela Stewart.

Phil Rajzman abre a fase diante do britânico Ben Skinner, e Jefson Silva pega o americano Taylor Jensen.

Se Phil e Jefson vencerem, fazem confronto direto nas quartas.

manly - WSL - WSL
Manly Beach, palco da 1ª etapa do Mundial de Longboard e da 2ª do Challenger Series
Imagem: WSL

2ª etapa do Challenger Series começa hoje

Festival de craques dos pranchões... e também das pranchinhas,

A partir da noite de hoje (terça no horário australiano), Manly Beach será sede também da sequencia do Challenger Series - divisão de acesso da WSL.

Depois de um começo ruim na semana passada em Snapper Rocks, quando não colocou nenhum representante nas oitavas de final, o time brasileiro volta à ação com 20 competidores.

No masculino serão 17, 3 a menos que na etapa de abertura: Robson Santos, Peterson Crisanto, Michael Rodrigues, Willian Cardoso, Alejo Muniz, Marco Fernandez, João Chumbinho, Edgard Groggia, Wesley Leite, Alex Ribeiro, Matheus Navarro, Ian Gouveia, Lucas Silveira, Thiago Camarão, Deivid Silva, Eduardo Motta e Mateus Herdy.

No feminino, de novo 4 atletas na chave: Sophia Medina, Summer Macedo, Laura Raupp e Anne dos Santos.

Assim como no Lognboard, a janela da etapa de Sydney do CS va até o dia 24.

por @thiago_blum / @surf360_