PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Gols de falta no Brasileirão caem 62% nos últimos 8 anos

Diego Souza marcou um gol de falta contra o Flamengo na 23ª rodada do Brasileirão 2020 - Lucas UebelGrêmio
Diego Souza marcou um gol de falta contra o Flamengo na 23ª rodada do Brasileirão 2020 Imagem: Lucas UebelGrêmio
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

27/02/2021 04h00

Com os dois gols de falta nessa última rodada do Brasileirão (Luciano contra o Flamengo e Fernandão contra o Vasco), o Brasileirão de 2020 igualou o ano com a pior marca na última década —17 gols de 2016

Em relação à edição de 2013, a recordista de gols de falta nesta década, com 45 gols de bola de parada, a queda é brutal. São 62% de gols a menos nesses últimos 8 anos.

Dos 20 clubes da Série A, menos da metade conseguiu marcar um gol de falta na edição de 2020. São Paulo, Grêmio e Santos foram os clubes com mais gols de bola parada (3 cada), seguidos por Goiás e Vasco (2 cada) e Botafogo, Bragantino, Coritiba e Palmeiras (1 cada).

Entre os jogadores, apenas dois conseguiram marcar mais de um gol de falta na edição 2020: o meia Jean Pyerre, do Grêmio, e o atacante Marinho, do Santos, com dois gols cada.

O baixo número nos gols de falta está associado à falta de especialistas no assunto e também com as novas recomendações dos fisiologistas dos departamentos médicos dos clubes, que preferem que os jogadores não fiquem treinando cobranças depois dos treinos como antigamente, temendo algum tipo de lesão por esforço.

O que poderia ser um diferencial de uma equipe ou uma arma para momentos complicados nas partidas, tornou-se praticamente ineficaz para muitos times hoje dia. No Flamengo, bicampeão brasileiro, o último gol de falta foi marcado há mais de 2 anos e meio, por Diego, no dia 10 de junho de 2018. No Corinthians, o meia Jadson foi o último a marcar um gol de falta no distante dia 15 de agosto de 2018. Pelo Palmeiras, o meia Gustavo Scarpa quebrou um jejum de mais de 600 dias ao anotar um gol de falta contra o Fortaleza nas rodadas finais do Brasileirão.

Gols de falta no Brasileirão na última década

Quem marcou gol de falta no Brasileirão 2020

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL