PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

Em finais, Palmeiras leva vantagem sobre o Santos na história

Ricardo Oliveira e Fernando Prass na final da Copa do Brasil de 2015 - Miguel Schincariol/AFP
Ricardo Oliveira e Fernando Prass na final da Copa do Brasil de 2015 Imagem: Miguel Schincariol/AFP
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do Uol

13/01/2021 21h15

Finalistas da Copa Libertadores de 2020, Palmeiras e Santos irão fazer a quarta final entre clubes de um mesmo país na história da competição, a terceira entre brasileiros. Em 2005, ano em que acabou a proibição de decisões entre times de um mesmo país, o São Paulo foi campeão em cima do Athletico-PR. No ano seguinte, em 2006, o Inter ganhou a final sobre o São Paulo. Já em 2018, os argentinos River Plate (campeão) e Boca Juniros (vice) fizeram a inusitada final no estádio Santiago Bernabéu, em Madrid.

Na história do clássico paulista, Palmeiras e Santos fizeram apenas três finais. Em 1959, no Campeonato Paulista, os dois clubes empataram em pontos e precisaram de um jogo extra para decidir o título. O Palmeiras venceu por 2 a 1 o time de Pelé, curiosamente, em janeiro do ano seguinte (1960), o Peixe encerrou um jejum de 9 anos sem título e sagrou-se campeão.

Depois disso, os rivais voltaram a se enfrentar em final apenas em 2015, quando o Peixe ganhou o Paulistão. No mesmo ano, o Palmeiras deu o troco e ficou com o título da Copa do Brasil, nos pênaltis. Já em 1927, no Paulistão, o Palmeiras venceu o Santos na penúltima rodada do segundo turno, no jogo que decidiu o título. No quadrangular final daquele ano, o Alviverde disputou ainda um último jogo (perdeu para o Corinthians), mas já com a faixa de campeão no peito.

Em jogos de mata-mata, porém, a vantagem é do Peixe no histórico do confronto. Em 13 disputados, o Santos venceu 8 contra 5 do Palmeiras, incluindo as três finais acima. No último duelo em mata-matas entre eles, em 2018, o Palmeiras eliminou o Santos na semifinal do Paulistão. Em torneios internacionais, essa é a primeira vez que os dois clubes se enfrentam.

Mata-matas entre Santos e Palmeiras na história:
1959 - Final do Paulistão (Palmeiras campeão)
1964 - Semifinal da Taça Brasil (Santos classificado)
1965 - Semifinal da Taça Brasil (Santos classificado)
1997 - Semifinal do Torneio Rio-São Paulo (Santos classificado)
1998 - Semifinal da Copa do Brasil (Palmeiras classificado)
1999 - Semifinal do Paulistão (Palmeiras classificado)
2000 - Semifinal do Paulistão (Santos classificado)
2009 - Semifinal do Paulistão (Santos classificado)
2013 - Quartas de final do Paulistão (Santos classificado)
2015 - Final do Paulistão (Santos campeão)
2015 - Final da Copa do Brasil (Palmeiras campeão)
2016 - Semifinal do Paulistão (Santos classificado)
2018 - Semifinal do Paulistão (Palmeiras classificado)

Já o último confronto entre as duas equipes foi no Brasileirão de 2020, na Vila Belmiro, empate por 2 a 2, no primeiro duelo entre os técnicos Cuca e Abel Ferreira.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)