PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

"Globo Lixo", dito por Piquet, pega mal, e Band apaga vídeo com declaração

Nelson Piquet participou de programa da Band no dia da abertura da temporada 2021 da Fórmula 1 - Reprodução/TV Bandeirantes
Nelson Piquet participou de programa da Band no dia da abertura da temporada 2021 da Fórmula 1 Imagem: Reprodução/TV Bandeirantes
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

29/03/2021 15h44Atualizada em 30/03/2021 12h04

A fala de Nelson Piquet, que chamou a Globo de "lixo" ontem (28) durante o pré-corrida de estreia da Fórmula 1 na Band, ainda dá o que falar. Hoje (29), o vídeo com a declaração foi apagado pelo site oficial da emissora. Internamente, houve uma chateação pela fala ter dividido as atenções com a elogiada cobertura que o canal paulista fez.

A coluna apurou que pessoas do Esporte da Band lamentaram a declaração do tricampeão mundial da categoria, porque ela se mostrou desnecessária naquele momento e naquele contexto. Mas quanto a isso, não tinha muito o que se fazer, porque a transmissão do "Show do Esporte" era ao vivo e não poderia cortar ou prever o que Piquet falou naquele momento.

Outro ponto é que a fala ofuscou um pouco os bons números e o trabalho feito pela Band. A deselegância, termo usado pela maioria, causou uma mancha pequena na cobertura. Para quem trabalhou, ficou uma lição para os próximos fins de semana da categoria, já que a Band pretende manter a pegada que teve nessa estreia.

Por fim, a Band decidiu não "faturar" mais com essa polêmica. Na manhã desta segunda, quem tentava acessar o texto com título "Nelson Piquet se exalta ao comentar F1 na Band", que foi ao ar com imagens às 11h24 de domingo, não conseguia mais, porque ele foi apagado. Nas redes sociais e no YouTube, porém, a declaração é encontrada com bastante facilidade.

Nelson Piquet foi um dos convidados da pré-corrida para o GP do Bahrein, juntamente com seu filho, Nelsinho Piquet e outros nomes. Enquanto conversava com Glenda Kozlowski e Eiia Júnior, Piquet disse que estava feliz da F1 "ter deixado aquela Globolixo", em referência a hashtag usada por bolsonaristas para ofender a Globo, que exibiu a categoria entre 1981 e 2020.

A Band tem contrato com a Fórmula 1 até 2022. O GP do Bahrein marcou cinco pontos de média com picos de seis na Grande São Paulo, empatando com a Record no terceiro lugar, e atrás apenas de Globo (nove pontos) e SBT (sete pontos). Na primeira hora da corrida, inclusive, a Band chegou a brigar pelo segundo lugar com a TV de Edir Macedo e o canal de Silvio Santos. Os resultados animaram e a expectativa é que o público se mantenha durante todo o ano de 2021.

Nesta terça (30), a Band enviou o seguinte comunicado sobre o assunto: "Em relação às opiniões proferidas no último domingo (28), durante a programação especial da cobertura do Grande Prêmio do Bahrein de F1, a Band esclarece que a posição dos nossos entrevistados não reflete necessariamente a da emissora. Durante os últimos 41 anos, os direitos da F1 foram da Rede Globo e a Band não só reconhece o significativo trabalho feito, como também a qualidade técnica e jornalística, que valorizou e elevou a importância da modalidade".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL