PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ex-comentarista vence primeira batalha em processo contra Globo na Justiça

Ivan Andrade: ex-comentarista da Globo vence batalha na Justiça contra emissora - Reprodução/BandSports
Ivan Andrade: ex-comentarista da Globo vence batalha na Justiça contra emissora Imagem: Reprodução/BandSports
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

08/03/2021 04h00

Contratado do Grupo Globo por oito anos, entre 2010 e 2018, o jornalista Ivan Andrade venceu em primeira instância uma batalha que trava na Justiça do Trabalho contra a emissora carioca. Julgada na 1ª Vara do Trabalho de São Paulo, a ação acolheu reclamações do ex-comentarista do SporTV como equiparação salarial com outros colegas de casa e horas extras trabalhadas não pagas.

A coluna teve acesso à sentença. A ação é orçada totalmente em R$ 400 mil, mas ainda não se sabe quanto Ivan Andrade vai receber. Na primeira decisão, a Justiça também condenou a emissora a pagar honorários e custos processuais. A Globo já recorreu da decisão inicial da Justiça e o processo está correndo em segunda instância.

No processo trabalhista, a defesa de Andrade explicou que ele não ganhava o mesmo que outros colegas na função. A Justiça reconheceu este ponto e lhe deu ganho de causa. Outro ponto vencido por Andrade foi o pedido de pagamento de horas extras além da semana de trabalho e horário combinados. A Justiça entende que os pontos de trabalho apresentados pela Globo não correspondiam com a realidade.

Ivan Andrade também pediu um valor por danos morais. No seu entendimento, tinha direito por que teria recebido uma orientação para não criticar os times de Grêmio e Fluminense, que eram os clubes de seus chefes diretos no SporTV.

O jornalista também disse que era ameaçado de demissão toda vez que pedia um aumento citando que recebia menos que seus colegas. A Justiça, porém, negou este pedido por não entender que tais situações se configuram como "dano moral". A Justiça não definiu quando haverá uma decisão do processo em segunda instância.

Ivan Andrade começou na Globo em 2010 como repórter esportivo em São Paulo. Em 2013, ele começou a atuar em transmissões do SporTV como comentarista. Em 2018, o jornalista foi demitido em reformulação realizada pela Globo em seu Esporte.

Procurada pela coluna, a Globo afirmou que não comenta casos sob judice.. Já Ivan Andrade confirmou o processo e a disputa judicial com a emissora, mas não quis entrar em detalhes.