PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mike Tyson pede boicote a streaming por série biográfica não autorizada

O ex-pugilista Mike Tyson - Getty Images
O ex-pugilista Mike Tyson Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

26/02/2021 15h45

Mike Tyson está promovendo um boicote ao streaming Hulu. O ex-boxeador não gostou do anúncio da mais nova produção da companhia, uma série de oito episódios intitulada 'Iron Mike', escrita e produzida pelos criadores de 'I, Tonya', que retrata a vida cheia de polêmicas da patinadora artística norte-americana Tonya Harding.

"O anúncio do Hulu de fazer uma minissérie não autorizada da história de Tyson sem uma compensação financeira, embora infeliz, não é surpreendente. Na esteira das disparidades sociais em nosso país, esse anúncio é um excelente exemplo de como a ganância corporativa do Hulu levou à apropriação indébita da história de vida de Tyson. Fazer esse anúncio durante o Mês da História Negra apenas confirma que a preocupação do Hulu com dólares se sobrepõe ao respeito pelos direitos das histórias negras", escreveu Tyson, no Instagram.

"Hollywood precisa ser mais sensivel às experiências negras, especialmente depois de tudo que aconteceu em 2020. A verdadeira história sobre Mike Tyson está em desenvolvimento, e será anunciada em breve. O Hulu anunciar que stá roubando a história de atletas negros durante o Mês da História Negra não poderia ser mais inapropriado", completou.

Segundo a revista 'People', a produção foi anunciada em um comunicado à imprensa como uma exploração "da vida selvagem, trágica e controversa, e da carreira de uma das figuras mais polarizadoras da cultura esportiva - o campeão dos pesos pesados Milke Tyson". O Hulu não quis comentar o caso.

Campeão mundial dos pesos pesados de 1987 a 1990, Tyson esteve envolvido em uma série de polêmicas durante e após a sua carreira. Foi acusado de agredir a primeira esposa, Robin Gives, condenado por estupro - quando cumpriu três anos de prisão.

Ele teve outros problemas na Justiça, como quando mordeu um pedaço da orelha do adversário Evander Holyfield no ringue, em 1997. Em 1999, foi preso por agredir dois motoristas, e em 2007, respondeu por posse de cocaína e dirigir embriagado.

Esporte