Topo

Carros


Carros

Porsche é multada em R$ 2,38 bi por fraude relacionada a motores a diesel

THOMAS KIENZLE/AFP
Imagem: THOMAS KIENZLE/AFP

Em Frankfurt (Alemanha)*

07/05/2019 10h06

Resumo da notícia

  • Punição é referente ao caso do "dieselgate" que atingiu o Grupo Volkswagen
  • Porsche não vai recorrer da punição imposta pela promotoria
  • Mas reforça que o processo contra a empresa chegou ao fim

A Porsche, marca de luxo do grupo Volkswagen, pagará multa de 535 milhões de euros (cerca de R$ 2,38 bi) na Alemanha no âmbito do escândalo dos motores a diesel manipulados, anunciou hoje a promotoria de Stuttgart. O caso é conhecido como "dieselgate".

A multa contra a Porsche se soma uma outra penalidade de 1 bilhão de euros por lapsos de gestão impostas contra a Volkswagen pelos promotores em Braunschweig, e a uma multa de 800 milhões de euros contra a Audi pelos promotores em Munique, no ano passado.

Autoridades norte-americanas divulgaram a fraude sistemática de emissões da Volkswagen em 18 de setembro de 2015, provocando o maior escândalo de negócios na história da empresa, que custou ao Grupo Volkswagen 30 bilhões de euros em penalidades e multas.

A VW, a Porsche e a Audi venderam carros a diesel que não estavam em conformidade com as regras ambientais e são acusados de fraudar testes de emissões.

Promotores alemães processaram engenheiros individualmente e tomaram medidas contra as empresas por falta de supervisão por não conseguirem evitar que carros altamente poluentes fossem para as estradas europeias.

Os promotores disseram que a Porsche não recorreu das conclusões da promotoria A marca confirmou a multa e disse que os procedimentos dos promotores contra a empresa haviam chegado ao fim.

A multa não impede os procedimentos individuais em andamento em relação às manipulações de diesel da Porsche, acrescentaram os promotores.

* Com informações da Reuters

Carros