PUBLICIDADE
Topo

AutoData

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Substituto de VW Gol e Fox será lançado como linha 2023; conheça a novidade

Volkswagen divulgou primeira imagem oficial do seu novo hatch compacto em novembro do ano passado; novidade será feita em Taubaté (SP) - Divulgação
Volkswagen divulgou primeira imagem oficial do seu novo hatch compacto em novembro do ano passado; novidade será feita em Taubaté (SP)
Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Leandro Alves

Neste espaço a equipe de AutoData, sob a coordenação do diretor de redação Leandro Alves, trará os bastidores da indústria automotiva, que são de extrema importância para os negócios e o futuro do setor no Brasil e no mundo. Seu próximo carro pode passar primeiro por aqui. Antes mesmo dele existir! Conheça nosso trabalho em www.autodata.com.br

Colunista do UOL

19/03/2022 17h50Atualizada em 20/03/2022 13h48

O chefe de operações da Volkswagen no Brasil, Ciro Possobon, confirmou, durante o Seminário Megatendências, realizado por AutoData, que o Polo Track será lançado como linha 2023.

Desta forma, o novo compacto da marca alemã deve ser apresentado ao público ainda neste 2022, embora o executivo não tenha cravado essa informação de forma oficial.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

O Polo Track ocupará o espaço do Gol [ainda em produção] e do Fox [descontinuado] no portfólio da VW. O modelo será produzido em Taubaté, SP. (veja o que já sabemos sobre o VW Polo Track).

Megatendências: renovação de frota

Fumaça Caminhão - Zanone Fraissat/Folhapress - Zanone Fraissat/Folhapress
Imagem: Zanone Fraissat/Folhapress

Durante o Seminário Megatendências, o primeiro realizado por AutoData neste ano, recebemos diversas boas notícias que têm o potencial, caso de fato sejam concretizadas, de movimentar logo o mercado nacional. Montadoras de automóveis e de veículos comerciais, sistemistas e consultores apontaram os desafios e o caminho para a recuperação. Mas foi o governo que trouxe a principal boa notícia.

Margarete Gandini, coordenadora geral de fiscalização de regimes automotivos do Ministério da Economia, disse que o governo federal pretende anunciar, até o fim do mês o Renovar, programa de renovação de frota de caminhões. Gandini reforçou que a medida provisória já tem a assinatura dos titulares de três ministérios envolvidos e que o documento está, agora, na Casa Civil para os últimos trâmites: "Esperamos a assinatura para breve: quem sabe para até o fim deste mês. A intenção é a de que ajude a melhorar a produtividade do modal rodoviário e a reduzir o consumo do diesel pelos caminhoneiros".

O foco da renovação serão os veículos pesados. Segundo Gandini, serão alocados R$ 500 milhões no orçamento, por ano, para o período de 2022 a 2027, para o projeto. Agora é esperar mais algumas semanas para saber se a renovação sairá do papel.

Nos três dias do Megatendências os quase quatrocentos participantes que se conectaram a esse evento online ficaram sabendo das intenções de montadoras e sistemistas em investir ou buscar parceiros nacionais para produzir muitos itens que hoje emperram o ritmo das fábricas porque são importados. Ou, ainda: essas empresas estão de olho na transição para a eletrificação, que elimina a produção de muitas peças e componentes tradicionais em algumas regiões.

Essa demanda pode cair no colo do Brasil, o que é uma ótima notícia porque pode significar empregos de qualidade.

Embraer e seus 'carros voadores'

carro voador embraer - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Até a brasileiríssima Embraer apresentou os planos de sua nova empresa, a Eve, que passará a produzir e comercializar o eVTOL, sigla em inglês para aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical. Poucos conhecem os negócios da Embraer em avançados sistemas de navegação para aeronaves e esses novos produtos, os carros voadores. Por isso é importante destacar que todas essas tecnologias são criadas por capital intelectual nacional, o que deveria ser um grande orgulho para nós.

Sobre o eVTOL a estimativa é a de que em 2035 existam 50 mil carros voadores circulando pelos grandes centros urbanos, volume que deverá dobrar cinco anos depois. E a Embraer, com seu eVTOL, pretende fornecer 15% deste volume.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.