PUBLICIDADE

Topo

Sem Frescura: o que pode afetar a cor e o cheiro do nosso xixi?

Mais Sem Frescura
1 | 25
Siga o VivaBem no

Gabriela Ingrid

Do VivaBem, em São Paulo

27/07/2020 04h00

Você costuma reparar na cor do seu xixi ou é aquele tipo de pessoa que depois de mandar o "número um", fecha a tampa da privada, dá descarga e segue a vida? Pois se você não presta atenção nele, deveria.

Isso porque, dependendo da cor e do cheiro, a urina pode revelar muito sobre a sua saúde.

Em uma situação normal, ela é composta de água, sal, eletrólitos como potássio e fósforo, ureia e ácido úrico. Já a cor tende a ficar em tons de amarelo, mas algumas variações meio "estranhas" também são consideradas normais.

A explicação é que alguns alimentos, como amora e beterraba, além de medicamentos, podem fazer com que a sua urina fique tingida de cores como vermelho.

O problema maior é quando há alterações que não acontecem devido a ingestão de substâncias específicas. Nesse caso, um xixi com cor mais escura, lembrando a tonalidade de chá-mate, e cheiro mais forte pode, sim, ser um indicativo de doenças.

Uma das razões disso é a presença de sangue na urina, o que pode indicar tumores urinários e doenças que afetam a função renal. Infecções urinárias também afetam o cheiro da urina, deixando ela mais fedida.

Outro sinal de que algo não está bem é a formação de muita espuma no seu xixi, o que geralmente indica que há perda em excesso de proteínas pela urina. Por fim, xixi com cheiro "frutado" também pode ser um indicativo de diabetes descompensada.

Em todo os casos acima, o melhor a se fazer é procurar um médico.

Se o seu xixi está muito amarelo, a razão mais provável é a desidratação. Quando há pouca água no corpo, o rim acaba tendo que trabalhar mais para se livrar das impurezas e isso acaba afetando a cor da urina.

Em casos mais extremos, a falta de hidratação pode promover o surgimento de cálculos renais. Neste caso, a solução é simples: consuma mais água.

Aliás, a quantidade de água ideal é um ponto que sempre está em discussão. Segundo especialistas, isso é algo que varia de pessoa para a pessoa, dependendo do peso, local onde vive e alimentação. E, ao contrário do que muita gente pensa, consumir água em excesso pode causar problemas: é a chamada intoxicação hídrica.

De qualquer maneira, a cor do xixi também é um bom indicativo nesse caso: em uma situação normal, um corpo bem hidratado vai produzir uma urina em tom amarelo claro.

Então, agora que você já sabe tudo isso, vê se não esquece de dar aquela olhadinha depois de fazer o "número um".

Roteiro: Rodrigo Lara. Fontes: Alex Meller, urologista da Unifesp e do Hospital Israelita Albert Einstein; Rodrigo Madeira Campos, urologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo; José Carlos Truzzi, urologista do Fleury Medicina e Saúde; Marcelo Cabrini, urologista da DaVita Serviços Médicos; Carlo Passerotti, coordenador do Centro Especializado em Urologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; João Felipe da Costa Nunes, urologista da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.