PUBLICIDADE

Topo

Sem doses em quase 400 postos, cidade de SP suspende vacinação por 1 dia

Leonardo Martins

Do UOL, em São Paulo

21/06/2021 16h36

Quase 400 dos 520 postos de vacinação contra covid-19 da cidade de São Paulo ficaram sem doses hoje, durante o dia. No início da noite, a prefeitura anunciou a suspensão da imunização por um dia, na terça-feira (22). A campanha será retomada na quarta-feira (23), com mudança no calendário.

O município espera receber do governo de São Paulo 188 mil doses de vacinas amanhã e reabastecer as unidades. Na quarta, deverão ser vacinadas pessoas com 49 anos ou mais. Com o atraso, pessoas com 48 anos poderão tomar a primeira dose na quinta-feira (24).

Segundo o aplicativo "De olho na fila", da prefeitura, 370 das 520 UBSs (unidades básicas de saúde) estavam sem doses por volta das 19h.

No site, as unidades que estão sem vacina aparecem como "não funcionando". A assessoria de imprensa da gestão municipal informa que os locais aguardam remanejamento das remessas.

A zona oeste foi a região menos atingida —apenas duas UBSs tinha ficado sem vacina, de acordo com o app.

A reportagem apurou que, em alguns postos da zona leste da cidade, as doses já acabaram no fim de semana. Uma pequena reposição teria ocorrido em algumas unidades, mas as novas remessas acabaram antes das 16h de hoje.

Troca de acusações

O governo de São Paulo e o secretário municipal de Saúde trocaram acusações quando questionados sobre a falta das doses.

O UOL procurou a Secretaria Estadual da Saúde que, por telefone, disse que a gestão municipal era responsável por distribuir as doses para os postos.

Já o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, disse à reportagem que o estado não enviou doses suficientes e que aguardava novas remessas.

No entanto, em nota oficial, no começo da tarde, a prefeitura afirmou que a falta de vacinas foi um "desabastecimento pontual" causado pela "alta procura do imunizante contra a covid-19".

Em novo posicionamento, à noite, a gestão disse que começou o dia com 50 mil doses em estoque. "Às 13h, o estoque médio era de 22 mil doses, por isso, parte das unidades registrou falta temporária do imunizante."

Disputa no calendário

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem divulgado a antecipação do calendário de vacinação no estado, prometendo que toda população maior de 18 anos será vacinada até o fim de setembro.

Nas redes sociais, ele chegou a assumir publicamente uma disputa pelo calendário de vacinas com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD).

Desde de semana passada, a Prefeitura de São Paulo vacina a faixa etária de 50 a 59 anos. A gestão municipal criou um escalonamento de idade para evitar aglomeração e falta de doses de vacina. Hoje, a orientação era vacinar o grupo de 50 a 59 anos que não tomou vacina semana passada.