PUBLICIDADE

Topo

Cidade de SP libera xepa da vacina para maiores de 18 anos sem comorbidades

04.mai.2021 - Enfermeira aplica vacina contra covid-19 CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em São Paulo - Adriano Ishibashi/Estadão Conteúdo
04.mai.2021 - Enfermeira aplica vacina contra covid-19 CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em São Paulo Imagem: Adriano Ishibashi/Estadão Conteúdo

Leonardo Martins

Do UOL, em São Paulo

17/06/2021 18h41Atualizada em 18/06/2021 17h06

A partir desta sexta, pessoas com mais de 18 anos sem comorbidades podem se cadastrar para receber a "xepa" das vacinas contra a covid-19 na cidade de São Paulo. A decisão foi tomada na tarde desta quinta pela Secretaria Municipal de Saúde.

A xepa foi o nome dado à aplicação das doses que sobram ao final do dia nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nos postos de vacinação.

A orientação da Secretária da Saúde é que as pessoas se inscrevam na UBS mais próxima da residência ou trabalho, com um documento de identidade com foto, como RG e CNH, e com um comprovante de residência.

É proibido descartar qualquer dose de vacina, por isso os funcionários anotam o nome e telefone das pessoas numa lista. Caso sobre alguma dose, eles ligam para os inscritos e os convidam para tomar o imunizante. Há uma ordem de prioridade para o público da xepa.

Atualmente, em São Paulo, são aplicadas vacinas da Astrazeneca/Fiocruz, CoronaVac e Pfizer. Cada uma tem uma data de validade diferente, então não há como saber qual vacina sobrará para a repescagem. Todas as vacinas são consideradas eficazes pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em reduzir a gravidade da covid. O importante é respeitar o intervalo entre as doses.

Vacinação em São Paulo

Começou nessa semana a vacinação dos grupos etários sem comorbidade no estado de São Paulo, com a população entre 50 e 59 anos de idade.

A prefeitura da capital organizou um sistema de escalonamento de idades durante a semana, para evitar aglomeração e falta de doses em postos de saúde. Veja o calendário:

  • Segunda e terça-feira (14 e 15 de junho): 58 e 59 anos
  • Quarta-feira (16): 56 e 57 anos
  • Quinta-feira (17): 54 e 55 anos
  • Sexta-feira (18): 52 e 53 anos
  • Sábado (19): 50 e 51 anos
  • Segunda (21) e terça (22): repescagem das idades anteriores.

A gestão municipal também disponibilizou um site para acompanhar o tamanho das filas da vacinação nas unidades e postos de saúde. É o o "De Olho na Fila", batizado de "filômetro".

Ontem, no entanto, a plataforma registrou algumas falhas no primeiro dia de imunização para pessoas com 56 e 57 anos, conforme noticiou o UOL.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), antecipou o calendário de vacinação no estado. Doria promete que toda população paulista maior de 18 anos receberá ao menos uma dose de vacina até 15 de setembro.