PUBLICIDADE

Topo

Covid: Brasil chega a 23,6 mi vacinados com duas doses, 11,17% da população

Brasil chegou a 23,6 milhões de vacinados com duas doses de imunizante contra a covid-19 - Carla Carniel/Reuters
Brasil chegou a 23,6 milhões de vacinados com duas doses de imunizante contra a covid-19 Imagem: Carla Carniel/Reuters

Colaboração para o VivaBem, em São Paulo

13/06/2021 20h03

O Brasil atingiu 23,6 milhões de vacinados com duas doses contra a covid-19 neste domingo (13). Até o momento, 23.659.355 pessoas receberam a dose de reforço do imunizante no combate à doença, o que equivale a 11,17% da população do país. O levantamento foi feito pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, baseado nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Nas últimas 24 horas, 173.472 brasileiros receberam a primeira dose de vacina, com um total de 54.607.404 imunizados nesta fase inicial - o correspondente a 25,79% da população nacional. A dose de reforço foi aplicada em outros 14.427 entre ontem e hoje.

Amazonas, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rondônia não enviaram dados atualizados sobre a vacinação até o fechamento do boletim do consórcio, às 20h.

A aplicação de duas doses de vacina contra a covid-19 é uma recomendação feita pelos laboratórios responsáveis pela produção da CoronaVac, Oxford/AstraZeneca e Pfizer/BioNTech.

O estado que proporcionalmente mais vacinou sua população com a primeira dose continua sendo o Mato Grosso do Sul: 35,89% de seus habitantes.

O Rio Grande do Sul lidera entre os estados que, em termos percentuais, mais aplicaram a segunda dose: 14,23% da população local.

Vacinação nos estados 13/6/2021 - UOL - UOL
Imagem: UOL

Em nova antecipação, SP promete vacinar todos os adultos até 15/9

O governo de São Paulo antecipou mais uma vez o calendário de vacinação contra a covid-19. O anúncio foi feito hoje pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Segundo Doria, até 15 de setembro todos os adultos de São Paulo já terão recebido a primeira dose de vacina contra a covid-19. É uma antecipação de um mês em relação ao calendário que havia sido anunciado na última quarta-feira (9).

Segundo a coordenadora do programa estadual de imunização, Regiane de Paula, "o avanço é planejado com base em remessas de vacinas previstas pelo Programa Nacional de Imunização". De acordo com o cronograma do Ministério da Saúde, cerca de 200 milhões de doses devem ser entregues até o final de setembro.

Paula reforça que a projeção leva em conta as entregas previstas pelo Ministério da Saúde, com São Paulo dependendo que a promessa se cumpra. "Mas nós temos esse calendário, forte, preciso. E vamos trabalhar, com toda nossa energia, para que todos estejam vacinados, nessa data [15 de setembro], com a primeira dose da vacina."

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Você utiliza a Alexa? O UOL fornece informações à inteligência artificial por voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados do número de brasileiros vacinados contra a covid-19. Para saber sobre a vacinação no país ou no seu estado com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, quantas pessoas já foram vacinadas no Brasil?", por exemplo, ou "Alexa, quantas pessoas foram vacinadas?". Nos encontramos lá!