PUBLICIDADE

Topo

Movimento

Inspiração pra fazer da atividade física um hábito


Movimento

Fazer atividade física melhora a memória e ajuda a prevenir Alzheimer

iStock
Imagem: iStock

Do VivaBem, em São Paulo

15/02/2018 18h42

Não é novidade que fazer exercícios traz uma série de benefícios para nosso corpo. E, agora, novos estudos relacionam os treinos com uma melhora na memória e na saúde cerebral, fatores importantes para prevenir o Alzheimer.

Mente forte!

Uma pesquisa publicada no Journal of Alzheimer's Disease identificou que quanto menos atividade física a pessoa realiza, mais rápida é a deterioração de fibras nervosas vitais no cérebro.

Veja também

O estudo foi realizado com idosos com alto risco para desenvolver Alzheimer ou que já apresentaram sinais precoce de perda de memória. No entanto, diferentemente de outros trabalhos, que se baseiam nos próprios participantes para avaliar o nível de atividade física, esse mediu a aptidão cardiorrespiratória dos participantes. 

Os cientistas identificaram que quanto mais baixo o nível de aptidão física, mais fraca era a substância branca do cérebro --tecido composto por milhões de feixes de fibras nervosas usadas na comunicação entre os neurônios. 

Corrida barra os danos do estresse no cérebro

Um outro estudo publicado no periódico Neurobiology of Learning and Memory descobriu que correr ajuda a proteger a memória dos impactos negativos que o estresse crônico provoca no hipocampo, parte do cérebro responsável pela memória e a aprendizagem.

O estresse crônico ou prolongado enfraquece as sinapses do cérebro, afetando a memória. O estudo da Universidade Brigham Young, realizado em ratos, identificou que quando eles faziam exercícios, o estresse não era capaz de deixar as sinapses enfraquecidas, como acontecia com os animais sedentários.

SIGA O VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Inscreva-se no nosso canal no YouTube: http://goo.gl/TXjFAy

Movimento