Topo

Viagem

Roteiros em família


Viajar com cachorro: passeios vão de rafting a jatinho particular

Pode inlcuir seus animais no roteiro de férias: há passeios para todos os gostos - Andrea Miramontes/Arquivo pessoal
Pode inlcuir seus animais no roteiro de férias: há passeios para todos os gostos Imagem: Andrea Miramontes/Arquivo pessoal

Andrea Miramontes

Colaboração para o UOL

10/01/2019 04h00

Nada de deixar seu cachorro para trás nas férias. Além de muitos hotéis que aceitam pets, já existem passeios e aventuras para fazer com eles durante a viagem. De rafting a jatinhos particulares, a indústria do turismo começa a incluir os bichos no roteiro de seus donos.

Levar os animais nas viagens está cada vez mais comum. Não é pra menos: a maioria dos brasileiros (61%) considera o pet como da família, de acordo com pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.

Abaixo, listamos coisas legais para você fazer com seu cachorro na viagem. Vale ficar atento com alguns esportes, que não são indicados para qualquer cachorro. 

Rafting com cães

Cães descem o Rio do Peixe o bote em rafting pet friendly - Divulgação
Cães descem o Rio do Peixe o bote em rafting pet friendly
Imagem: Divulgação

Cachorros jovens e corajosos vão amar essa aventura. Descer rio abaixo em um bote com eles rende momentos deliciosos em família. Duas cidades no interior de São Paulo oferecem este tipo de passeio: Brotas e Socorro.

A 135 km da capital paulista, em Socorro, nos parques Monjolinho e Aui Mauê, empresas especializadas, como a Rios de Aventura, fazem o passeio.

Localizada na Serra da Mantiqueira, a cidade é cortada pelo rio do Peixe, onde a aventura acontece. Além do bote, com um ou dois instrutores, um profissional em um caiaque acompanha o trajeto. O custo por pessoa fica a partir de R$ 65* e cães não pagam.

Já em Brotas, a empresa Ecoação faz um minirafting do tutor com o cachorro, que dura uma hora. Cães também pagam, o passeio custa R$ 78* por pessoa e por cachorro.

Quem pode ir: cães jovens e destemidos, sem problemas de articulações e dores. Se seu cachorro está na terceira idade ou tem muito medo não leve, o cãozinho pode sofrer durante o passeio.

Mais informações: www.riosdeaventura.com.br e www.ecoacao.com.br

Stand up paddle

Stand Up Paddle com cães em trecho tranquilo do Rio do Peixe, em direção à cachoeira  - Divulgação
Stand Up Paddle com cães em trecho tranquilo do Rio do Peixe, em direção à cachoeira
Imagem: Divulgação

Em Socorro também dá para fazer um passeio tranquilo para contemplação em cima da prancha. Dura uma hora e tem uma parada na cachoeira central.

Cães que amam água, inclusive, podem nadar. Você rema com seu cachorro.

Indicado também para quem tem crianças -- inclusive pequenas, a partir de 2 anos.

Quem pode ir: a pessoa tem que pesar no máximo 100 kg. Custa a partir de R$ 60* por pessoa e R$ 30* por cachorro

Mais informações: www.facebook.com/dpenaprancha 

Jatinho particular

Cão em jatinho particular da Flapper, em voo pet friendly - Divulgação
Cão em jatinho particular da Flapper, em voo pet friendly
Imagem: Divulgação

Quem já fez voo regular com um animal sabe as burocracias, o alto custo e até os perigos para embarcar um pet. Sem contar que, na maior parte das vezes, o animal é tratado como bagagem.

Mas há cães que viajam juntinho dos donos em jatos particulares pet friendly.  A start up de voos compartilhados Flapper tem aeronaves que levam os cachorros como filhos. Eles não vão no bagageiro, mas há limite de tamanho para o cachorro: até 35 kg e que caiba na caixa de transporte.

Uma ponte-aérea de São Paulo ao Rio de Janeiro custa R$ 950* por pessoa, cada trecho, e cães pagam R$ 250*. 

Quem pode ir: cães bem-comportados, até 35 kg, na caixa de transporte.

Mais informações: www.flyflapper.com

Parque só para cães

Dog Park, no Brotas EcoResort, onde há day use para pessoas e cães  - Arquivo pessoal
Dog Park, no Brotas EcoResort, onde há day use para pessoas e cães
Imagem: Arquivo pessoal

Um parque com mais de mil metros quadrados, gramado imenso, túneis, desafios, sombra e água fresca. Tudo pensado na diversão do seu cachorro.

Em Brotas, a 220 km da capital paulista, foi criado o primeiro parque só de cachorros dentro de um resort, o Dog Park, no Brotas Eco Resort.

Para cãezinhos ativos há pistas de agility. Para todos e para os mais sossegados, há área coberta para a brincadeira entre você e seu cão.

Você não precisa estar hospedado para se divertir com seu cachorro. O Dog Park fica dentro do complexo do hotel e não tem taxa de uso para o cão. Já o dono paga R$ 180* por pessoa pelo day use, incluindo café da manhã e almoço.

Quem pode ir: cães dóceis, com coleira e guia. Tem que apresentar carteirinha de vacinação.

Mais informações: www.brotasecoresort.com.br

Trilha de São Francisco

Maga e Juju, cachorras na terceira idade, fazem a trilha de S. Francisco, em Socorro - Arquivo pessoal
Maga e Juju, cachorras na terceira idade, fazem a trilha de S. Francisco, em Socorro
Imagem: Arquivo pessoal

Trilha linda e que todos os cãezinhos podem fazer. O caminho na mata à beira do rio com o nome do santo protetor dos animais fica no parque  Monjolinho, em Socorro (SP).

A caminhada superfácil também é linda, cheia de placas com mensagens nas árvores. Até os cães velhinhos aguentam.

Lembramos que, em outras trilhas de cachoeiras e rios, cachorros com dificuldades em andar, gordinhos demais, idosos ou com dores não devem  ser levados, pois podem se machucar ao escorregar em pedras ou subir as ladeiras.

O parque cobra R$15* de entrada por pessoa, que podem ser consumidos na lanchonete e aventuras. Cães são muito bem-vindos e não pagam.

Quem pode ir: todos

Mais informações: www.monjolinho.com.br

* Preços consultados em janeiro de 2019 e sujeitos a alteração

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Roteiros em família