PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Twitter revive vídeo em que Jane Fonda defende direitos LGBT nos anos 1970

Jane Fonda é uma ativista dos direitos humanos que usa sua projeção como atriz para dar voz às suas causas - Getty Images
Jane Fonda é uma ativista dos direitos humanos que usa sua projeção como atriz para dar voz às suas causas Imagem: Getty Images

De Universa, em São Paulo

11/09/2020 15h54

Um vídeo dos anos 1970 em que Jane Fonda defende os direitos da população LGBT foi resgatado e viralizou no Twitter.

"Tudo o que nós podemos saber é que esse movimento não está buscando nada além de respeito, justiça e o fim da discriminação de pessoas em função da sua preferência sexual", afirmou a atriz de "Grace And Frankie" e "Barbarella" no vídeo.

"Jane Fonda dizia isso nos anos 1970 enquanto algumas celebridades só chegaram a falar de 'direitos dos gays' hoje", escreveu a usuária que publicou o vídeo.

Ativista incansável dos direitos humanos, Jane foi questionada na época sobre a discriminação sofrida pelos LGBT da cidade de São Francisco — historicamente marcada pelo forte posicionamento político na luta pelos direitos LGBT.

"Sem dúvidas, gays e lésbicas são discriminados cultural, psicológico, econômica e politicamente", declarou ela, que ganhou duas vezes o Óscar de Melhor Atriz, por "Klute" (1971) e "Amargo Regresso" (1978). "Eles são um movimento muito poderoso em São Francisco", disse.

Diversidade