PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Caitlyn Jenner celebra cinco anos de transição: 'Feliz comigo mesma'

Caitlyn Jenner para a revista People - Reprodução
Caitlyn Jenner para a revista People Imagem: Reprodução

De Universa, em São Paulo

10/06/2020 13h34

Há cinco anos, o mundo conhecia Caitlyn Jenner. Foi em 2015, quando posou para a Vanity Fair e revelou sua identidade como mulher trans para o mundo, que ela se sentiu "vista de verdade" pela primeira vez — mesmo que tenha passado décadas sob os holofotes antes disso.

A ex-atleta já era um ícone norte-americano por vencer o ouro do decatlo nas Olimpíadas de 1976, em Montreal (Canadá), e figurinha carimbada na TV com o reality show "Keeping Up with the Kardashians", em que aparecia com a ex-mulher Kris Jenner.

Comemorando os cinco anos de sua transição, Caitlyn, hoje aos 70, disse à People que não tem arrependimentos. "Esta é a minha jornada. É diferente da de outras pessoas trans, é claro. Mas eis a verdade: quando acordo de manhã, estou feliz comigo mesma", declarou.

Transformação política

A afiliação de Caitlyn ao partido republicano norte-americano, que constantemente assume posições anti-LGBTQ+ na legislação do país, causou polêmica entre a comunidade. Ela chegou a ser barrada em eventos beneficentes para os quais doou dinheiro.

"Eles disseram que eu era controversa demais, e isso doeu. Acho que, antes, eu pensava em mudar o mundo. Hoje penso em mudar uma pessoa de cada vez. Minhas opiniões mudaram muito com o passar do tempo", disse.

Hoje, ela se identifica como "economicamente conservadora, socialmente progressista". "Eu amo a minha comunidade e realmente quero ajudar", disse ela, que comanda uma fundação focada em ajudar jovens trans em situação de vulnerabilidade.

Diversidade