PUBLICIDADE

Topo

Prefeitura do Rio concede licença-paternidade pela 1ª vez a homem trans

Glauco com a esposa Marcela e a filha Giovana, nascida em novembro - Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro
Glauco com a esposa Marcela e a filha Giovana, nascida em novembro Imagem: Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro

De Universa

10/12/2019 13h19

Pela primeira vez, a prefeitura do Rio de Janeiro concedeu licença-paternidade a um homem trans. Glauco Vital, de 49 anos, trabalha na Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual e passou cinco dias em casa ao lado da mulher, Marcela Santoro, e da filha, Giovana, que nasceu em novembro.

"Ter direito aos dias da licença-paternidade para aproveitar junto da minha esposa e da minha filha foi imprescindível", disse Glauco, em nota enviada pela Prefeitura à imprensa.

Ele espera que o direito que conquistou sirva de exemplo para outras instituições públicas e privadas.

"Foi importante ter esse período de adaptação a essa nova fase da minha vida: ser pai, que sempre foi um sonho meu", disse. "Me sinto orgulhoso como homem trans por servir de exemplo para que mais homens trans possam fazer também uso desse direito", completa.

Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro
Imagem: Divulgação/Prefeitura do Rio de Janeiro

Diversidade