PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Após o Oscar, Rami Malek é criticado por dizer que Freddie Mercury era gay

Kevin Winter/Getty Images
Imagem: Kevin Winter/Getty Images

Da Universa

25/02/2019 16h16

Na noite do último domingo (24), Rami Malek levou para casa o Oscar de melhor ator pela sua atuação como Freddie Mercury no filme "Bohemian Rhapsody".

O discurso de agradecimento do ator chamou a atenção nas redes sociais, após levantar bandeiras sobre as origens do vocalista da banda Queen.

"Fizemos um filme sobre um homem gay e imigrante que viveu sua vida sem pedir desculpas. E seu sucesso é a prova que as pessoas querem ver isso. Sou filho de imigrantes do Egito, de primeira geração. Parte da minha história está sendo escrita agora. E não poderia ser mais grato a todos que acreditaram em mim", disse ele no palco da premiação, sendo aplaudido pelo público.

No entanto, o discurso acabou despertando a revolta entre alguns dos internautas, que acusaram Rami Malek de invisibilizar a bissexualidade. Isso porque, além dos relacionamentos homossexuais, Freddie viveu uma história de amor com Mary Austin, que ganhou destaque no longa-metragem.

Diversidade