PUBLICIDADE

Topo

Diversidade

Ellen Page afirma que foi pressionada a não revelar sua homossexualidade

Ellen Page se assumiu lésbica em 2014 - Michael Tran/FilmMagic/Getty Images
Ellen Page se assumiu lésbica em 2014 Imagem: Michael Tran/FilmMagic/Getty Images

Da Universa

23/02/2019 11h27

Desde que se assumiu lésbica, em 2014, Ellen Page tem lutado pelos direitos da comunidade LGBT. Mas, mesmo que seu nome seja conhecido em Hollywood, ela não teve o apoio esperado quando decidiu contar ao mundo sobre sua homossexualidade.

Em entrevista ao site "Porter", a atriz de 32 anos afirmou que foi pressionada a não deixar sua orientação sexual em evidência: "Pessoas da indústria do cinema me disseram, quando comecei a ficar conhecida, que 'as pessoas não podem saber que você é gay'". 

Ela disse também que foi "forçada" a usar vestidos e salto alto em eventos e ensaios, para ter uma aparência mais feminina. "Como se lésbicas não pudessem usar essas roupas. Mas nunca mais vou deixar alguém me vestir de forma que me deixe desconfortável".

Page relata que os rumores sobre sua sexualidade começaram em 2007, com seu sucesso no filme "Juno", no qual interpreta uma adolescente grávida, e que a cobertura extensiva sobre sua vida amorosa foi "prejudicial para minha saúde mental".

"Eu tinha 20 anos, tinha acabado de me apaixonar por uma mulher pela primeira vez e ainda estava me descobrindo. Enquanto isso, tabloides publicavam matérias com títulos como 'Apostas sobre a sexualidade de Ellen Page'. Um jornal em particular, que vi em todos os lugares possíveis, tinha uma foto minha na capa e a pergunta 'Ellen Page é gay?'", conta. 

Page sente que, com mais representatividade de pessoas LGBT na mídia, tem sido mais fácil sair do armário ultimamente. Hoje, a atriz é casada com a coreógrafa Emma Portner, 24.

Diversidade