PUBLICIDADE

Topo

Nina Lemos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Quem é a ativista climática de 40 anos que pode substituir Angela Merkel

Annalena Baerbock é candidata a chanceler da Alemanha pelo Partido Verde - reprodução Instagram
Annalena Baerbock é candidata a chanceler da Alemanha pelo Partido Verde Imagem: reprodução Instagram
Nina Lemos

Nina Lemos é jornalista e escritora e mora em Berlim. É feminista das antigas e uma das criadoras do 02 Neurônio, que lançou cinco livros e teve um site no UOL no começo de 2000. Foi colunista da Folha de S. Paulo, repórter especial da revista Tpm e blogueira do Estadão e do Yahoo. Escreveu também o romance "A Ditadura da Moda".

Colunista de Universa

20/04/2021 04h00

Na Alemanha existe a seguinte piada: vendo o noticiário na TV, a criança pergunta para os pais de olhos arregalados: "É verdade que homem também pode ser chanceler?". A piada faz sentido, já que as crianças e adolescentes cresceram só conhecendo uma pessoa à frente do governo do país: Angela Merkel, chanceler do país há 16 anos.

A "tradição" de ter uma mulher no comando do país tem chance de continuar. Merkel se aposenta no fim do ano, depois das eleições federais, que serão realizadas em setembro. A disputa para ver quem vai substituir a mulher mais poderosa do mundo gera apreensão no mundo todo. Desde ontem (19), uma das favoritas ao cargo passou a ser a deputada e ativista climática Annalena Baerbock, de 40 anos, parlamentar e chefe do Partido Verde alemão.

O nome foi anunciado ontem pelo partido e recebeu resposta positiva no país. A chanceler Angela Merkel e outros nomes importantes da política alemã mandaram parabéns para a deputada e a mídia mostrou empolgação com a escolha.

Existem muitos motivos para ver com bons olhos a candidatura da moça. Baerbock, de 40 anos, já começa a fazer história. Ela é a primeira mulher a ser candidata pelo Partido Verde a chanceler e a pessoa mais jovem a concorrer pelo cargo na história da Alemanha.

Não é só isso. Essa é a primeira vez que o Partido Verde tem chance real de eleger uma chanceler. Os números do partido sobem vertiginosamente nos últimos anos. No momento, os Verdes contam com cerca de 21% da preferência eleitoral, só ficando atrás do CDU de Angela Merkel, que tem 28% segundo a última pesquisa. É consenso entre analistas políticos alemães que o Partido Verde é o único capaz de derrotar o CDU, que anunciou seu candidato nessa terça-feira. O escolhido foi Armin Laschet, 61, presidente do partido e considerado um conservador moderado.

Quem é essa garota?

Na Alemanha, a vida pessoal dos políticos costuma ser preservada. No caso de Annalena, o que sabemos é que ela é casada, tem dois filhos e mora em Potsdam, cidade histórica e universitária nos arredores de Berlim.

Annalena é co-presidente do Partido Verde desde 2018 e nunca foi Ministra de Estado (equivalente a governadora) nem prefeita. "Mas tenho muita humildade e respeito pelo cargo de chanceler e gosto de aprender", disse, em discurso na sede do partido depois do anúncio da sua candidatura.

A aparente falta de experiência, segundo aliados, não será problema, já Annalena é vista como extremamente responsável, ambiciosa e com capacidade de articulação. Ao mesmo tempo, ela é comprometida com a agenda climática e os direitos de imigrantes e refugiados, além de engajada na defesa do direito das crianças.

A moça que pode ocupar um dos postos de maior poder do mundo tem um perfil parecido com o de muitas mulheres de sua geração. Ela estudou ciência política e relações internacionais com o objetivo de ser repórter de guerra e chegou a trabalhar como jornalista, até entrar para o partido, aos 25 anos.

Em um questionário para uma revista alemã, Annalena revelou qual era o sonho de sua juventude: "ser cantora de uma banda de rock". Esse plano deu errado. Mas, de qualquer forma, estrela, ela já é. E tem coisa mais rock'n'roll do que ser chanceler da Alemanha?