PUBLICIDADE
Topo

Europa quer que G20 priorize imposto sobre gigantes da internet em 2020

14/02/2020 10h47

Por Jan Strupczewski

BRUXELAS (Reuters) - A Europa quer que os integrantes das principais economias do mundo tornem como prioridade neste ano um acordo global para taxação de gigantes da internet, como Google, Amazon e Facebook, segundo documento do bloco.

Ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G20 se reunirão em 22 e 23 de fevereiro em Riad para discutir, entre outras questões, o trabalho da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre regras tributárias.

"Precisamos dar a mais alta prioridade para encontrarmos soluções globais para taxação da economia digital" afirma documento que ressalta a posição de todos os membros da UE, mais o Reino Unido, que deixou a UE no mês passado.

Políticos europeus, que buscam recursos para combater mudanças climáticas e diminuir diferenças de renda entre os 27 países do bloco, estão irritados com o fato de que uma companhia como o Google, que tem receita anual de mais de 160 bilhões de dólares, tenha uma carga tributária efetiva de um dígito sobre o resultado fora dos Estados Unidos.

A OCDE quer alcançar um acordo sobre os detalhes da tarifa digital até o início de julho e quer um acordo completo em vigor até o final deste ano, como forma de evitar uma escalada nas tensões sobre o assunto.

A UE tem afirmado que se não houver um acordo no G20, os 27 países do bloco vão criar um sistema próprio de tarifação do setor.

(Por Jan Strupczewski)

Tilt