PUBLICIDADE
Topo

Animado pro verão? Saiba como evitar que seu celular "frite" no calor

eugenekeebler/Getty Images/iStockphoto
Imagem: eugenekeebler/Getty Images/iStockphoto

Fabrício Calado

Colaboração para Tilt

20/12/2020 04h00

Você já deve ter passado por este drama: esqueceu seu celular ou laptop no sol e, quando tocou neles, estava mais quente que a discussão sobre qual seria o melhor sistema operacional: iOS ou Android. O verão começa nesta segunda-feira (21), e é preciso ter cuidado ao expor seus eletrônicos ao calor porque isso pode danificar seriamente o aparelho.

Se isso acontecer, não caia na conversa do seu amigo metido a especialista. Não dá certo colocar o celular dentro do congelador sob a "lógica" de que, assim, ele vai esfriar mais rápido. Isso pode levá-lo direto para a assistência técnica, ou de volta para a loja para comprar um novo.

Para esclarecer dúvidas sobre um tema tão "caloroso", Tilt bateu um papo com Alessandro de Oliveira Santos, professor do curso de Engenharia Eletrônica do Instituto Mauá de Tecnologia.

Qual o risco de deixar um aparelho muito tempo no sol?

Em geral os riscos estão ligados à deterioração precoce do aparelho, à deformação da estrutura e, claro, à destruição eletrônica dos componentes dele. Tudo depende das características do eletrônico.

Há um tempo mínimo em que um aparelho pode ficar exposto a altas temperaturas antes de apresentar problemas?

Não. Em altas temperaturas, inúmeras variáveis como temperatura, umidade, composição química dos materiais, sensibilidade eletrônica, regime de operação etc. podem influenciar no tempo mínimo de exposição antes da degradação de um aparelho.

Uma lenda urbana sugere pôr aparelhos muito quentes no freezer ou geladeira. Isso tem fundamento ou riscos?

A ideia por trás da lenda é que equipamentos superaquecidos precisam de refrigeração rápida ou dissipação instantânea. Mas não é bem assim que funciona a refrigeração adequada e/ou a dissipação correta... Não se recomenda colocar aparelhos superaquecidos em congeladores de nenhum tipo, porque os riscos de choque térmico e condensação interna podem danificar seriamente os eletrônicos sujeitos a essas práticas.

Qual o melhor lugar para deixar o celular carregando durante o dia? Isso muda de acordo com o modelo?

O ideal seria que os aparelhos [celulares, notebooks, tablets e afins] fossem carregados em um lugar arejado, com temperatura amena, em uma superfície plana, longe da exposição direta ao sol e, de preferência, por meio de uma conexão segura entre cabos, carregadores e o ponto de tomada. Isso vale para qualquer tipo de eletroeletrônico.

Em dias muito quentes, é melhor tirar o carregador do laptop, celular, tablet da tomada?

Tudo vai depender do quanto se exige dos equipamentos, porque todos eles são projetados de acordo com especificações de operação rigorosas. Mas se as temperaturas subirem demais, recomenda-se o desligamento momentâneo dos aparelhos para evitar o superaquecimento dos componentes.

Umidificador de ar pode prejudicar o celular? Há uma distância segura recomendada entre ele e os aparelhos?

Desde que não se use o aparelho para obstruir a saída do umidificador, em geral não... em um mesmo cômodo, também não existe uma distância mínima de segurança entre os umidificadores e os demais dispositivos. Mas a sensibilidade à umidade depende das características de cada tipo de aparelho.