Topo

Xiaomi


Redmi Note 7S teria pegado fogo sozinho, e Xiaomi culpa cliente pelo dano

Redmi Note 7S ficou destruído após pegar fogo - Reprodução/Chavhan Ishmar
Redmi Note 7S ficou destruído após pegar fogo Imagem: Reprodução/Chavhan Ishmar

De Tilt, em São Paulo

19/11/2019 19h17Atualizada em 19/11/2019 19h43

Um smartphone Redmi Note 7S da Xiaomi pegou fogo, de acordo com o seu proprietário, o indiano Chavhan Ishmar. Ele afirmou que seu aparelho foi tomado pelas chamas.

Em um post no Facebook, Ishmar afirmou que comprou o celular no começo de outubro. Tudo correu bem por um mês, até que, em 2 de novembro, ele disse que deixou o Redmi Note 7S em cima da mesa no trabalho e começou a sentir um cheiro de fumaça. Quando viu, o aparelho estava pegando fogo.

Segundo a notícia do portal Gizchina, ele não estava carregando o telefone e nunca deixou cair ou usou mal o aparelho.

Ele entrou em contato com a Xiaomi, e após alguns dias, a empresa afirmou que a análise constatou "marcas anormais de queimaduras e estragos na área da nova bateria", o que significou que não era possível trocar o aparelho.

Ishmar insistiu, ligou para a Xiaomi e, de acordo com ele, recebeu a seguinte resposta: "Senhor, a bateria não é coberta pela garantia".

Em resposta ao Gizchina, a Xiaomi culpou o cliente. "Nesse caso específico, após um exame cuidadoso, concluiu-se que o dano foi causado devido à força externa e, portanto, classificado em 'dano induzido pelo cliente'", disse a empresa.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Xiaomi