PUBLICIDADE
Topo

App RockOn promove desafios musicais para fãs de rock

RockOn é um jogo de desafios musicais feita pelos desenvolvedores do SongPop - Reprodução
RockOn é um jogo de desafios musicais feita pelos desenvolvedores do SongPop Imagem: Reprodução

Guilherme Tagiaroli

Do UOL, em São Paulo

02/04/2015 06h00

Em 2012, a desconhecida FreshPlanet lançou o jogo de desafios musicais SongPop para Facebook e dispositivos móveis (iOS e Android) e fez grande sucesso – ficou entre os apps mais baixados e viralizou no país.  Mais de dois anos após o sucesso, a companhia volta ao estilo “qual é a música?” com o RockOn, um aplicativo gratuito para iOS derivado do SongPop, mas só com rock.

Lançado mundialmente nesta quinta-feira (2), o RockOn ganhou um banho de loja, pois foi totalmente reformulado pela desenvolvedora e feito em Swift, uma linguagem de programação feita pela Apple apresentada no ano passado.

Apesar da exclusividade para iOS, Mathieu Nouzareth, diretor-executivo da Fresh Planet, disse que ainda neste ano lançariam uma versão do aplicativo para Android.

Funcionamento

O RockOn tem uma estrutura parecida com a do SongPop. O usuário participa de vários desafios em que ele deve ouvir uma música por um tempo e adivinhar o nome do artista/banda ou o nome da canção.

No RockOn, jogador é desafiado a adivinhar músicas de determinados rockeiros - Reprodução
No RockOn, jogador é desafiado a adivinhar músicas de determinados rockeiros
Imagem: Reprodução

Por ter o rock como tema, a jornada do usuário começa na porta de um show e os primeiros desafios têm relação com clássicos do rock (esteja preparado para desvendar músicas do Queen, Nirvana, Elvis, Beatles, entre outros).

Conforme vai passando de fases, o jogador evolui como roqueiro (vira roadie e sai em turnê com uma banda, por exemplo) e o game começa a diversificar os tipos de rocks e a época (em um dos níveis, por exemplo, só tem sucessos da década de 90).

As fases do game são todas baseadas em efeito paralaxe. Conforme o usuário navega, vão sendo exibidos os estágios de evolução de forma animada. A estrutura lembra a usada nas reportagens do UOL Tab.

Como é?

O game tem 80 níveis e, para passá-los, o jogador deve atingir um objetivo mínimo. O comum no início é tentar acertar cinco de dez músicas tocadas. Ao passar pelas fases, o usuário vai ganhando estrelas, que vão fornecendo acesso a outros estágios.

Aplicativo toca a música e o usuário deve descobrir o nome por um tempo limitado - Reprodução
Aplicativo toca a música e o usuário deve descobrir o nome por um tempo limitado
Imagem: Reprodução

Durante a evolução, é possível ainda “desbloquear” determinadas bandas. Nessa fase, o usuário tem desafios específicos de alguns artistas.

Uma dos aspectos legais do game é que ele não parece ser tão invasivo como o SongPop era. É possível conectá-lo ao Facebook. No entanto, o game é individual: só exibe a pontuação dos amigos que eventualmente estiverem no RockOn. Nada de convite para amigos jogarem. O máximo que pode é compartilhar na rede como está no jogo.

O RockOn é gratuito. No entanto, o usuário pode pagar para remover propagandas (elas, geralmente, aparecem após os desafios) ou comprar energia para passar alguns níveis.

Conclusão

Durante a semana de testes do jogo (a reportagem teve acesso exclusivo ao RockOn antes do lançamento), o game se mostrou bastante divertido -- apesar de não poder desafiar amigos, como ocorria no SongPop.

Apesar de ser voltado para fãs de rock, em algumas fases há umas músicas que claramente não são do ramo. Em hits da década de 90, por exemplo, uma das canções que o aplicativo tocou foi "Waterfalls", do trio de rap TLC. 

Infelizmente, o RockOn terá alcance limitado (pelo menos no Brasil), pois só vai estar disponível para dispositivos iOS (iPhones, iPads e iPods touch). Porém, não deixa de ser um entretenimento bacana para os fãs de rock.

Tilt