PUBLICIDADE
Topo

EUA elogiam recomendações da UE por 5G, mas alerta contra atores de "alto risco"

Getty Images
Imagem: Getty Images

Washington (EUA)

30/01/2020 19h35

Os Estados Unidos saudaram hoje as recomendações da União Europeia para aplicar a rede de dados 5G, mas pediram aos países membros que excluíssem radicalmente atores de "alto risco", como a Huawei.

O regulamento apresentado quarta-feira em Bruxelas deixa a fabricante chinesa aberta para ajudar na implementação da rede de internet móvel de alta velocidade, apesar da pressão de Washington.

Em vez de criticar o texto da UE, o chefe da diplomacia dos EUA, Mike Pompeo, preferiu destacar com satisfação o fato de os europeus "reconhecerem que os fabricantes de equipamentos de alto risco, ou seja, empresas baseadas em países terceiros sem freios ou contrapesos democráticos, devem estar sujeitos a restrições adicionais".

O texto da UE "apela aos Estados-membros da UE para que excluam equipamentos de alto risco", afirmou o secretário de Estado em comunicado.

No entanto, tudo dependerá da implementação desses padrões não vinculantes pelos países europeus, disse ele, exortando-os a fazer uma leitura firme que feche a porta à gigante chinesa de telecomunicações Huawei.

"Todas as partes da futura rede 5G devem ser consideradas como infraestrutura crítica", insistiu, lembrando que os Estados Unidos proibiram a Huawei, acusada de ser uma ferramenta das autoridades chinesas.

Na quarta-feira, Washington criticou Londres por sua decisão de permitir a participação limitada da Huawei na implementação da rede no país.