PUBLICIDADE

Topo

Sem lugar para coronavírus: Two Points Hospital diverte com doenças malucas

Gerencie hospitais, cuide dos pacientes e tente não rir de doenças como  - Reprodução
Gerencie hospitais, cuide dos pacientes e tente não rir de doenças como Imagem: Reprodução

Daniel Esdras

Do GameHall

12/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Jogador precisa gerenciar hospitais, controlando orçamento e satisfação dos pacientes, entre outros critérios
  • Doenças cômicas vão desde "boca suja", até "cabeça de lâmpada" e pessoas presas em fantasia de palhaço
  • Tratamentos incluem remédios, terapia de choque e máquinas malucas para casos mais específicos

Imagine a cena: um paciente chega ao hospital e, no lugar da cabeça, agora tem uma lâmpada gigante e, ainda por cima, acesa. Qual o tratamento: um analgésico ou Terapia de choque? Situações malucas assim são comuns em Two Point Hospital, um simulador de gerenciamento de clínicas médicas e pronto-socorro — um alívio meio cômico em época de pandemia de coronavírus.

O game é um sucessor espiritual de Theme Hospital, que fez sucesso no PC nos anos 1990. O novo, inclusive, tem alguns dos desenvolvedores originais de Theme Hospital no time de criação. Two Points Hospital foi lançado originalmente em 2018 e agora chegou ao PS4, Xbox One e Nintendo Switch, com adaptações para os consoles, muitos conteúdos e um humor que se destaca.

Saúde é o que interessa

A ideia em Two Point Hospital é controlar um hospital em todos os serviços prestados, desde o atendimento dos pacientes na entrada até o resultado final do tratamento de saúde: curando uma doença ou causando uma morte prematura. Parece pesado, mas acredite: há um toque cômico dos desenvolvedores que deixa o clima mais leve, e as situações bem divertidas.

A campanha de Two Point Hospital coloca o jogador no comando de uma corporação que instala hospitais por todo o território fictício de Two Point County. Cada local tem seus próprios desafios e introduz alguns sistemas novos para serem implementados nos hospitais.

Two Point Hospital Review 3 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Para superar todos esses desafios é preciso se tornar multidisciplinar. Gerir os funcionários para que eles estejam felizes com o salário que recebem e o cargo que ocupam, por exemplo, garante que eles tenham mais sucesso na hora de diagnosticar ou tratar os pacientes.

Ao mesmo tempo, é preciso estar atento aos investimentos e itens do hospital para que ninguém fique entediado, com fome ou sede. Além de tudo isso, é necessário deixar a conta no fim do mês no azul, sem precisar recorrer a um empréstimo.

Nesse cenário é que ocorrem as situações mais malucas e divertidas, quase sempre envolvendo os pacientes e suas mazelas que transcendem o absurdo.

Doenças Raras

Two Point Hospital lâmpada - Reprodução - Reprodução
Os melhores profissionais estão aqui para curar suas doenças
Imagem: Reprodução

Se o que você espera é tratar doenças típicas como gripes ou viroses, você irá se decepcionar. Aqui a pegada é cômica e cheia de críticas ácidas a ocasiões do cotidiano. Uma doença comum em Two Point County é acordar com lâmpadas no lugar da cabeça, que precisam ser desenroscadas em uma máquina e então substituídas por uma nova.

Outra doença que aflige os pacientes do jogo é a "boca suja", que faz com que os eles tenham comportamentos nada aceitos pela sociedade. Também é possível encontrar casos de: gente que não consegue sair da fantasia de palhaço, gente que imagina que é uma estrela do rock e se veste como o Fred Mercury. Ou seja: tem sempre algo bizarro te esperando na próxima fase.

Two Point Hospital - Divulgação - Divulgação
Um dia qualquer em Two Point Hospital
Imagem: Divulgação

Essa pegada no humor também vai para as centenas de itens do jogo que podem ser colocados no seu hospital, desde quadros das "doenças" até racks de troféus que foram ganhos por uma liga universitária mas são expostos por você para enganar quem se aventura pelas suas clínicas. Para liberá-los, é preciso conseguir uma moeda que é conquistada ao completar desafios.

Enquanto tudo isso rola, ao fundo um DJ britânico toca a música que dita a correria do hospital e faz piadinhas em intervalos que te deixam meio sem entender o que acabou de acontecer. Tudo isso em conjunto forma uma boa mistura que te deixa grudado na tela por horas.

Não entrem em pânico

Two Point Hospital - Divulgação - Divulgação
Alguém arrisca um diagnóstico?
Imagem: Divulgação

Adaptar toda a jogabilidade de Two Point Hospital para os consoles não foi nada fácil. Selecionar um personagem no meio ao caos do hospital já é desafiador com um mouse, imagina com uma alavanca analógica.

No geral, o resultado é bem positivo, com pouco o que reclamar. Ainda assim, selecionar personagens e especialmente objetos em salas abarrotadas deles é bem complicado. O segredo que aprendi foi ter a paciência de esperar o objeto ou funcionário ficar com um contorno iluminado e então clicar, já que pegar o que não quer e ter que devolver para o lugar toma mais tempo do que essa espera.

Há um fator multiplayer no Two Point Hospital. A todo momento você pode se comparar com os hospitais dos amigos em diversas frentes, como número de tratamentos bem-sucedidos, índice de satisfação, beleza do hospital, entre outras.

Two Point Hospital Clinica - Divulgação - Divulgação
Os pacientes às vezes perdem a cabeça
Imagem: Divulgação

Além disso, há também a possibilidade de encarar desafios online que jogam seus números contra os de outros jogadores, fazendo com que você melhore ainda mais o seu hospital. Quanto mais pontos você vai recebendo, mais pacientes vão chegando e desafios vão ficando complicados.

Na campanha também é possível comparar o seu desempenho com os seus amigos, desde o número de estrelas até as pontuações feitas em cada fase. Os melhores da sua lista de amigos serão mostrados em ordem na descrição de cada fase.

Two Point Hospital Fred Mercury - Reprodução - Reprodução
MAMA! Ooh!
Imagem: Reprodução

Two Point Hospital traz toda a diversão do simulador de hospitais para os consoles e de forma para lá de bem executada. Com conteúdo de sobra, a campanha conta com duas das três DLCs inclusas no pacote e garante horas de diversão e desafios.

Com o humor de sempre e o fator multiplayer para se comparar com os seus amigos, é uma ótima pedida para todas as plataformas.

Two Point Hospital Cover - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação
Lançamento: 25/02/2020
Plataforma: PC, Xbox One, PS4 e Nintendo Switch
Preço sugerido: R$ 149,95 (consoles)
Classificação indicativa: 10 (Violência fantasiosa)
Desenvolvimento: Two Point Studios
Publicação: Sega
Jogue também: Theme Hospital, Trauma Center, Surgeon Simulator

SIGA O START NAS REDES SOCIAIS

Twitter: https://twitter.com/start_uol
Instagram: https://www.instagram.com/start_uol/
Facebook: https://www.facebook.com/startuol/
TikTok: http://vm.tiktok.com/Rqwe2g/
Twitch: https://www.twitch.tv/start_uol