PUBLICIDADE

Topo

EA é criticada após publicações controversas em Twitter de "Battlefield 1"

Do UOL, em São Paulo

01/11/2016 11h56

Na última sexta (28), o Twitter oficial da franquia "Battlefield" publicou uma série de imagens de "Battlefield 1" com a hashtag #justWWIthings (coisinha de Primeira Guerra Mundial, em tradução livre), tentando engajar o público do shooter.

Battlefield 1 - Tweet contoverso - Reprodução - Reprodução
Um dos tweets com a hashtag #justWW1things de "Battlefield 1"
Imagem: Reprodução

Ao invés disso, as publicações causaram controvérsia com usuários da rede social, que criticaram a tentativa de transformar o conteúdo do jogo, que recria detalhes dos horrores do conflito, em um meme.

"Em uma sala iluminada, 10 experts em mídia social se reúnem em uma lousa. Sorrindo. Comemorando. Escrito na lousa: #justWWIthings", escreveu o desenvolvedor de "Volume" e "Thomas was Alone", Mike Bithell.

Os responsáveis pela conta removeram os tweets, e a publisher Electronic Arts fez uma retratação pública pelo conteúdo: "Gostaríamos de pedir desculpas por qualquer ofensa causada pelo conteúdo publicado nas últimas 24 horas pela conta de Twitter @Battlefield. Ele não deu à era da Primeira Guerra o respeito e sensitividade que tentamos manter com o jogo e nossas comunicações."

Curiosamente, esta não foi a primeira vez que a conta publicou conteúdo com esta hashtag, mas estas publicações só aconteceram em julho, quando "Battlefield 1" estava em menor evidência.

"Battlefield 1" está disponível para PC, PS4 e Xbox One.