PUBLICIDADE

Topo

15 mortes em 6 minutos: Lara vira guerreira mortal em novo "Tomb Raider"

Rodrigo Guerra

Do UOL, em São Paulo

04/08/2015 16h18

Esqueça a Lara jovem e ingênua do reboot de "Tomb Raider", lançado dois anos atrás: a heroína de "Rise of Tomb Raider" deixou de ser uma sobrevivente em constante perigo para dar vida a uma assassina implacável.

Ao menos é a impressão que se tem após assistir ao mais recente vídeo do jogo, divulgado durante a Gamescom, feira europeia de games: em seis minutos, Lara corta pescoços, dá flechadas mortais e até explode soldados que estão em sua frente, contabilizando 15 vítimas.

O comportamento atual da heroína está muito mais agressivo do que vimos no reboot da franquia em 2013. Naquela ocasião, Lara relutava e até se sentia mal por ser obrigada a tirar uma vida, sempre dizia "Me desculpe" ou "O que eu fiz para merecer isso?". Aqui, por outro lado, vemos uma assassina profissional meticulosa preparada para o que der e vier.

O trailer não mostra o contexto nem o objetivo por trás da chacina, mas deixa claro que a protagonista deixou seu lado frágil completamente de lado e, curiosamente, também não parece ser a mesma Lara que passa por tratamentos psicológicos, que foi mostrado no primeiro trailer de "Rise of the Tomb Raider" (que pode ser visto logo abaixo).

Pelo vídeo liberado nesta terça (4), vemos que as mecânicas de jogo estão bem similares ao reboot, mostrando que Lara pode ser uma ameaça real. Seu arco agora pode acertar dois adversários ao mesmo tempo. Além disso, a aventureira pode coletar itens do cenário para causar distrações ou até causar explosões.

"Rise of the Tomb Raider" dará prosseguimento às novas aventuras de Lara Croft, que renasceu nos games em 2013 com "Tomb Raider". O título será estrelado por uma versão mais experiente da heroína, que desta vez tenta desvendar o segredo da imortalidade. O game chega para Xbox One e Xbox 360 em 10 de novembro. A versão para PC e PS4 chegará no fim do ano de 2016.