PUBLICIDADE

Topo

Para diretor, valor de "Watch Dogs" está na densidade e não na escala

do Gamehall

17/03/2014 10h03

Em "Watch Dogs", o jogador controlará um hacker capaz de invadir e dominar diversos sistemas - de semáforos até trens de metrô, por exemplo - e com isso provocará o caos e lutará contra um sistema opressor. Embora o hacker Aidan Pearce seja capaz de várias façanhas, não é capaz de pilotar um helicóptero ou avião. O motivo é simples: esses veículos não estão disponíveis no game.

Em conversa com o site The Examiner, o diretor criativo de "Watch Dogs", Jonathan Morin, comentou sobre o motivo dessas funcionalidades de jogos de mundo aberto não estarem presentes no game.

"Não se pode pilotar helicópteros, aviões ou bicicletas", disse. "Há muitas perguntas sobre as coisas que outros jogos tem, e se nós também as temos. Uma das coisas que queríamos fazer eram coisas que outros jogos não tem".

"Queríamos ter elementos que aumentassem a fantasia ao redor de 'Watch Dogs'. Então ao nos focarmos na densidade, não demos foco a uma escala maluca ou coisa do tipo. Se você tiver aviões ou helicópteros, você precisa desta escala".

De acordo com Morin, os recursos nos cinco anos de desenvolvimento de "Watch Dogs" foram utilizados para criar "algo que jogadores talvez não tenham visto em um jogo".

TRAILER MOSTRA MAIS DA HISTÓRIA DE "WATCH DOGS"

  •  

Nada é secreto

Produção da Ubisoft Montreal, "Watch Dogs" coloca o jogador no papel Aiden Pierce, um habilidoso hacker capaz de interferir e rastrear a vida das pessoas em questão de segundos.

Nos trechos já demonstrados, o protagonista bloqueou telefones para entrar em um prédio, ouviu telefonemas alheios à distância e até desligou sinais de trânsito para causar acidentes e conseguir se aproximar e assassinar seu alvo.

Originalmente previsto para novembro de 2013, "Watch Dogs" será lançado em 27 de maio para PC, PS3, PS4, Xbox 360 e Xbox One. O jogo terá dublagem e legendas em português.

Watch_Dogs
Watch_Dogs
#albumEmbed015('tagalbum','61775+AND+36439')