PUBLICIDADE

Topo

"Resident Evil 6" busca inovar com modo online para controlar zumbis; UOL Jogos testou

Claudio Prandoni

Do UOL, em Osaka*

01/08/2012 12h00

Na tentativa de agradar fãs novos e antigos, "Resident Evil 6" chega em outubro ao PlayStation 3 e Xbox 360 com três campanhas diferentes, cada uma com foco em diferentes estilos de jogo.

De fato, a Capcom parece dedicada a tornar variedade um dos pontos fortes do game e adicionou uma nova e inusitada opção: a possibilidade de controlar os zumbis e outros inimigos.

Em evento realizado na sede da empresa, em Osaka, no Japão, na última terça-feira (24), a produtora revelou Agent Hunt, um modo de partida online em que até dois jogadores podem controlar inimigos e invadir as campanhas de outras pessoas. Ele é habilitado após vencer uma das três campanhas principais do game.

Certos trechos das histórias de Leon, Chris e Jake permitem que pessoas assumam o controle dos zumbis, J'avo e outras criaturas e ataquem os heróis da aventura, por sua vez controlados por outros jogadores.

VEJA COMO FUNCIONA O MODO AGENT HUNT

  •  

O Agent Hunt funciona tal como o Fight Request de "Street Fighter IV": você o liga ou desliga antes de começar a jogar, permitindo ou não que outros jogadores invadam sua partida.

"VOCÊ ESTÁ MORTO!"

Durante a visita foi possível testar "RE6" com legendas em português do Brasil, algo novo na série.

No trecho testado, os diálogos estavam bem traduzidos, sem erros de ortografia e gramática. Ainda assim, fãs de longa data vão estranhar ler Ponto de Verificação em vez de Checkpoint ou a Shotgun aparecer como Rifle.

De qualquer maneira, a opção deve ajudar muitos fãs a entenderem em detalhes a trama de "Resident 6". Uma curiosidade: apesar de a Capcom ter uma equipe interna de localização, a tradução para português do Brasil foi feita por uma empresa terceirizada.

A proposta não é totalmente original: o clássico "Perfect Dark", do Nintendo 64, já oferecia algo parecido, mas pelos trechos testados o modo desponta como algo divertido e bem diferente das aventuras principais.

Cada tipo de inimigo oferece um leque limitado de ataques - os mesmos, aliás, realizados pela inteligência artificial - o que torna impossível para os heróis diferenciarem se algum inimigo é controlado por humanos ou pelo computador.

Até mesmo inimigos que se transformam em outras criaturas grotescas (que não vou citar aqui para evitar spoilers) estão disponíveis para controlar, o que promete ser um atrativo e tanto para fãs dos monstrengos nojentos da série.

Resident Evil 6
Resident Evil 6
#dev_albumEmbed015('tagalbum','59414+AND+36439')

Espiã ao resgate

Na linha mais saudosista, a nova arma da Capcom no game é uma quarta campanha, habilitada apenas depois de vencer de terminar as outras três e estrelada pela misteriosa espiã Ada Wong, veterana de "Resident Evil 2".

Diferente dos outros enredos, em que até duas pessoas podem jogar em modo cooperativo, a trama protagonizada por Ada é para apenas um jogador.

Ela acontece em paralelo às outras campanhas, mostrando certos eventos pela perspectiva da espiã e revelando outros mistérios, exatamente como já aconteceu em "Resident Evil 4", com a fases adicionais Assignment Ada e Separate Ways.

ESPIÃ ADA ENTRA EM AÇÃO EM "RESIDENT EVIL 6"; ASSISTA

  •  

Um aspecto marcante das missões de Ada é a ênfase em quebra-cabeças à moda antiga.

Prepare-se para recolher pedaços de medalhão, procurar jóias e empurrar blocos a fim de avançar - tudo como era feito naquela antiga mansão, do longínquo "Resident Evil", de 1996.

6 COISAS QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE "RESIDENT EVIL 6"

1 - O jogo conta com um medidor de stamina, que impede de correr por muito tempo ou desferir muitos socos e chutes em sequência. Ao esvaziar a barra, seu personagem fica debilitado por alguns segundos, sem poder realizar essas ações.
2 - Os combates corpo-a-corpo introduzem um contra-ataque: ao golpear na mesma hora em que for acertado, seu personagem rebate o ataque sem levar dano. Um círculo azul brilha no momento, indicando que deu certo.
3 - Após reclamações de fãs com base nas demonstrações, a Capcom introduziu diversas opções de personalização dos controles. É possível trocar a mira em cruz por um feixe de laser e até mesmo retirar todos os elementos da tela, como munição e saúde, que só aparecem ao atacar.
4 - Além das três campanhas principais e a trama extra com Ada, "RE6" apresenta também um prelúdio no qual o jogador controla Leon.
5 - A trilha sonora do jogo foi toda gravada por uma orquestra com 97 músicos na Austrália.
6 - "RE6" está em produção há cerca de 3 anos e meio. A equipe total de produção conta com pouco mais de 600 pessoas, sendo 150 funcionários da Capcom e os demais de empresas terceirizadas.

UOL JOGOS VISITA A CAPCOM E ENTREVISTA PRODUTORES

  •  

Sustos, tiros e trabalho em equipe

Por fim, foi possível testar também na visita à Capcom a mesma demonstração exibida pela empresa na Comic-Con, realizada em julho em San Diego, nos EUA, com novos trechos das campanhas de Leon, Chris e Jake.

RELEMBRE A HISTÓRIA DA SÉRIE
Veja Álbum de fotos

* O jornalista viajou a convite da Capcom